quarta-feira, 25 de agosto de 2010

O primeiro casamento (dos outros) a gente nunca esquece...

O primeiro casamento a gente nunca esquece. Ainda mais quando a noiva é a sua amiga de infância. Eu queria muito colocar o nome e a foto dela aqui mas respeito quem pede privacidade então não vou citar nomes. Na verdade, o objetivo deste post é registrar como fico feliz por ter amigas de longa data.

Conheci essa minha amiga no ginásio. Ela morava no mesmo condomínio que eu em Vinhedo e não sei bem como começamos a amizade. Fato é que foi com ela que passei verões na piscina brincando de “Marco Pólo” – com o antes chato do meu irmão mais novo. Foi ela quem me ensinou a jogar Carmen San Diego no computador (aliás, quem conhece esse jogo? Eu super recomendo!). E foi ela a protagonista de uma história muito engraçada, mas que não vou contar hoje.

Enfim, as meninas cresceram. As brincadeiras na piscina deram lugar às conversas sobre futuro. Essa minha amiga teve um futuro lindo, bem perto daquilo que planejamos. Ela se formou com louvor e escreveu um livro. Ela conheceu alguém especial e se casou com ele. Foi o primeiro casamento de uma amiga de infância. E foi especial...eu estava ao lado dela no altar. Eu fui madrinha.

A cerimônia foi linda. Está na lista dos casamentos mais bonitos que já assisti. Foi diferente e celebrado com emoção. Não segurei o choro e tive que pagar o mico de receber um lencinho da mão da cerimonialista. Minha amiga brilhava...estava radiante. Nós havíamos crescido. De brincadeiras de casinha, ela seria dona da casinha dela daquele momento em diante.

Só desejo felicidade para essa minha amiga querida que não encontro há anos, mas que falo sempre que posso pelo computador. Queria deixar escrito aqui que o casamento dela está na minha lista de momentos mais emocionantes e que, pra mim, não teve presente melhor nestes anos de amizade, do que estar ao seu lado dela no altar!

Um comentário:

Anônimo disse...

Que bonito!! Como vc escreve bem!! Estou louca pra saber mais do Mr. Right!!! Bjs. Ju