terça-feira, 17 de agosto de 2010

Tudo tem um motivo...

“Tudo acontece por um motivo. Nada acontece por acaso.” Essas duas frases ultimamente estão martelando dia e noite na minha cabeça. Se tudo acontece por um motivo, porque será que a gente nunca entende a razão de um acontecimento da vida?

Explico...não foi do nada que criei o blog. Não foi porque é legal ou está na moda. Criei porque muitas amigas estão cansadas de me ouvir falar de “um certo alguém”. O tal Mr.Right que a gente sempre procura e quase nunca encontra. Ou, quando encontra, nada é simples. Tipo...a gente se encontra, se apaixona e não tem ninguém para atrapalhar. Um (bom) tempo depois, juntam os trapinho (com ou sem festa) e a vida segue feliz para sempre. Não. Não dá para ser assim. Seria muito fácil, quase sem graça. Pelo menos eu acho que Deus pensa isso. Ele deve ficar sentado lá na nuvem dele pensando: como é que eu posso tornar a coisa mais divertida? Ah,claro, colocando as complicações do amor...

Esse blog nasceu porque eu conheci o Mr.Right (já disse que nomes jamais serão citados) há cinco meses atrás. Nos conhecemos numa situação profissional, mas o romance engrenou na festa de uma conhecida. Eu sabia que ele era “emocionalmente indisponível” por carregar na mão direita uma enorme e brilhante aliança de noivado. Mas o álcool não liga muito para esses “pequenos detalhes” e acabamos ficando. A noite etílica passou e o dia seguinte chegou e ele me mandou uma mensagem.

O resto é história... durante três meses conseguimos realmente nos envolver. Minha filha o conhece, gosta dele e pergunta sempre pelo “titio”. O fato dele estar noivo de uma pessoa de outra cidade com uma história difícil e um relacionamento que já não ia bem não parecia nada quando estávamos juntos. Parecia que no mundo só existíamos os dois.

Até que um dia a conversa inevitável aconteceu...o futuro para nós dois não poderia ser resumido a mais de seis meses. Logo mais ele se casa. Prefiro ainda não falar datas para não expor ninguém. Não é esse meu intuito. Com a proximidade da data, ficou difícil ver um futuro próximo para nós dois. Terminamos há um mês...um término diferente. Um término com duas pessoas dizendo se gostar de verdade, acreditando num futuro juntos, porém sem data para acontecer.

Percebem a ironia da coisa? Se nada acontece por acaso, porque será que a gente se conheceu? Espero que não seja para eu ficar chorando e tomando florais de Bach, que foi o que aconteceu por um bom tempo. Nem para que eu abra a janelinha do Skype e veja Mr.Right online sem poder contar como foi o meu dia. Espero que Deus tenha colocado um na vida do outro para que, depois de aprendermos algumas lições separados, a gente possa construir uma vida juntos...

6 comentários:

Fernanda disse...

Oi dear! Tenho mais uma destas frases-que-todo-mundo-diz pra você: tudo acaba bem no final. Se não está tudo bem, é porque ainda não acabou. Courage, chérie!

Marcella disse...

Honey, ontem eu assisti Sex in the city e lembrei de vc!
Era aquela parte que o M. Big volta para moça q eu nao lembro o nome.

Camilinha Pavan disse...

Tô bege!
Uau, agora sei de tudo!
Beijos

Raysla Camelo disse...

Você já assistiu ao filme "500 dias com ela"? Assista! Vale a pena! No final ele fala sobre o destino e/ou coincidências.
Ah! E o filme é muito bonitinho.

Ivy disse...

Além do blog ser uma delícia, engraçadíssimo (já indiquei pra milhares de criaturas femininas que vivem, viverão e hão de viver essas histórias) adoro os comentários rsrsrsr quero assistir esse flme 500 dias.
Eu sinto que vcs vão ficar juntos sabia?E torço..

Natália disse...

É Tati, certas coisas a gente não consegue entender mesmo. Eu estou passando por uma fase bem parecida com essa que você descreveu. Me pergunto o porquê de tudo ter acontecido comigo e o 'meu' Mr. Right, se teve que acabar como acabou...