domingo, 26 de setembro de 2010

Quanta diferença...

Hoje é domingo, mas a notícia de sexta chamou minha atenção. Demi Moore e Ashton Kutcher completaram cinco anos de casados em meio a dois grandes boatos de traição dele. Não sei se acredito ou não porque, afinal de contas, o cara é casado com a Demi Moore. O que mais ele pode querer? Ela também. Acho que é um casal que tem que se dar por satisfeito...(rs)

Mas a história toda me fez pensar nessa coisa de diferença de idade. Acho que, se tratando de coração, a idade é relativa. Mas tudo complica quando pensamos na cabeça e no psicológico.

Conheço vários casais com grande diferença de idade. Há algum tempo atrás trabalhei com uma pessoa que tinha - acho eu - 14 anos de diferença para o marido. Ela era mais nova. O relacionamento era completamente harmonioso porque a cabeça dela era mais velha do que a idade física e ele era maduro, porém com espírito jovem. Eles estão juntos até hoje. Se conheceram pela internet e ela largou a vida em outro estado para viver com ele.

Acho que o relacionamento funciona melhor quando a mulher é mais nova do que o homem. Isso porque a mulher, comprovadamente, amadurece mais cedo. Ou seja, o casal fica compatível. O conflito de interesses passa a ser menor, uma vez que as afinidades são parecidas.

Por outro lado, custo a entender casos como Susana Vieira e Ana Maria Braga. As duas, creio eu, devem ter sérios problemas com relação ao envelhecimento. Já viu uma das duas circulando com homens de idades próximas às delas? Eu não. Susana Vieira deve ter como pré-requisito o homem ter 20 e poucos anos. Ana Maria Braga também. A Susana não aprendeu nem depois do episódio do ex-marido, morto por overdose de qualquer coisa que não me lembro agora.

Fico me perguntando o que leva essas duas mulheres e outras tantas que são anônimas a se relacionarem com homens bem mais novos e imaturos. Medo de envelhecer? Necessidade de auto-estima e afirmação? Prazer em sofrer? Não sei. O que eu entendo que é, cedo ou tarde, a incompatibilidade vai surgir e o relacionamento entrará em crise. E aí se forma o circulo vicioso de casa-separa/casa-separa.

O amor não tem idade, isso é fato. Mas a cabeça e o bom senso, esses têm.

3 comentários:

Luciana De La Vega disse...

Concordo com tudo!
Principalmente sobre as tias guriazinhas. hehehe
Acho que namorarem caras tão mais jovens só as deixas com aparencia mais velha. Acentua.

Gosto do jeito que tu escreves.

http://loiradecorderosa.blogspot.com/

Claudia disse...

Tem nome pra Suzana e pra tia Ana Maria. Nos EUA são chamadas de cougars. Eu concordo que amor não tem idade. Minha própria mãe teve um relacionamento maravilhoso com um homem quase 20 anos mais novo. Mas também acho que, quando os dois tem a mesma idade, eles vivem coisas juntos. Por exemplo: o primeiro apartamento, a primeira viagem para tal lugar, o primeiro filho...vivenciam juntos todos os "primeiros"...já uma mulher de 23 com um cara de 46, isso não acontece...ela vai vivenciar uma coisa, e para ele já não vai ser mais novidade...não sei. Gosto de ter a mesma idade do Le...ele é um mês mais velho. Rs.

Flávia disse...

Acho que nesse caso entra a questão de gosto. Homens que gostão de mulheres mais maduras. Afinal os homens nos qual elas se relacionam são acima de 30, elas com acima de 50. Sei la... É muito relativo isso. Mas criticar jamais. Que todos esses casais sejam felizes.