segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Maria que amava João que amava Lili e Maria...

Tenho recebido alguns e-mails de mulheres que me contam as suas histórias. Adoro, leio com carinho e respondo individualmente. Acho legal o que cada pessoa me escreve. Meninos, se quiserem se pronunciar, fiquem à vontade.

Fico espantada com o número de situações de triângulos amorosos que existem e a gente nem sonha. Sabe, histórias de novela mesmo: Clara que ama Totó, que está com a Felícia, mas acha que ainda ama a Clara. E nessa a gente nunca sabe se torce pra Clara, pra Felícia ou pro Totó.

Semana passada isso aqui foi um reboliço de polêmica, com pessoas falando que defendo a infidelidade e a traição. Na verdade, não. Eu sou a favor do sentimento verdadeiro, independente de como ele começa.

Acho que o ruim do triângulo amoroso é quando a gente se prende a ele de tal forma que não conseguimos sair. Querendo ou não, eu saí do meu. Talvez exista a ligação sentimental, mas não existe traição mais. Não consumada. Talvez possa existir no pensamento. Mas não no físico. Se existir em pensamento, a culpada não sou eu. Enfim, acho que quando existe amor, precisamos repensar tudo. E dessa vez não estou falando de mim.

Este post vai hoje para todas as pessoas que estão me escrevendo pedindo que eu dê minha opinião sobre as suas situações. Umas perguntam se acham que devem se revelar para as Lilis, outras perguntam se João precisa de um ultimato. Outras só querem saber o que eu faria.

Meu conselho, de coração: jamais se revelem para as mulheres dos seus homens. Elas, de verdade, não têm culpa (ou até têm, mas não é da sua conta) da situação que estão e acho que não é justo com ela e nem com vocês essa exposição. Já disse que tive inúmeras oportunidades de mostrar a verdade para a Natasha mas eu não o fiz. Por quê? Primeiro porque perderia Mr.Right para sempre. Segundo porque acho que esse assunto, apesar de estar nele, não é da minha conta. Terceiro porque acho que o cara deve decidir com quem ele quer ficar, seja lá pelo motivo que for.

Uma hora a escolha terá que ser feita... meu conselho é que, se você acha que esse cara (ou essa mulher) vale a pena, vá em frente. Tente com todas as armas que você tiver. Mas jamais jogue sujo. Aí você começa a perder a razão...e o coração de quem ama.

8 comentários:

Camilinha Pavan disse...

Oiiiiiiiiiii amiga.
Vc precisa correr lá no blog p/ participar do sorteio. Já está no ar.
Mil beijos
www.milipavan.blogspot.com

JuTorres disse...

gente, vc escreve mto... fico tentando ler o blog desde o começo, mas não dá, é mta coisa!!
Felizmente nunca me envolvi em triângulos. Namoro sério ha quase 4 anos.. ele quer morar junto, eu tbm, mas minha mãe vai ter um ataque se eu falar isso pra ela.... tem que casar! Família do interior é assim!!
Amo meu namorado, mas a paixonite da adolescência ficou presa em mim de uma forma que não sei explicar... nunca disse nada ao fulano... já se passaram 8 anos e eu ainda sinto algo. A essa altura do campeonato, a gente nem se conhece mais direito, ele namora sério, mora em outro estado e pelo que andei fuxicando (maldita mania), deve se casar logo. Eu o tenho no msn e no facebook, mas me falta coragem de puxar assunto... o motivo da falta de coragem é algo totalmente idiota... ele sempre foi mto estudioso, hj parece bem sucedido, e eu não to lá essas coisas sabe... não quero me sentir mais fracassada do q já me sinto, então vou adiando a conversa... parece estúpido, mas pra mim é importante! Coisas de mulher.

Luh Rodrigues disse...

Oii, Tati!

Triângulo amoroso é coisa complicada mesmo. Já me envolvi em um e foi bastante triste :(

E vc deu um ótimo conselho mesmo!

Beijão!

Thais Moura disse...

Tati, falou bem e falou bonito....
beijaooooooo

Diário de um Tonto disse...

Olá Tati!

Bem, acho que nunca me envolvi em triângulos amorosos. Acredito que deve ser uma situação complicada para ambos os sexos, mas onde a mulher saia muito mais machucada que o homem devido à grande sensibilidade que vocês tem.

ótimo Blog, gostei muito dos textos e estarei sempre por aqui.

Um abraço do amigo
Heitor.

Gabi de Davi disse...

É querida, falou e disse! ;o)

Bjs

Flávia disse...

Isso é o que mais digo para uma amiga que gosto demais. Ele se envolveu com um cara casado. Isso ja deu um reboliço so. A esposa ja sabe. Ele chegou, em alguns momentos provocar, enfim... Fico puta com ela. Pq sei que ele pode arrumar um cara muito melhor. E coloca melhor nisso. Sei bem o que estou falando. Mas deixei na mao dela. So pedi para que ela nao me peça mais minha opinião. Pq nao consigo mais ver essa situação. A gente querer sair e ela nao poder pq ele nao quer que ela saia. Enfim... Deixa pra ela...

Tati disse...

Ixi....aí complica,Flá.... Depois me conte o que sua amiga resolveu .
Bjs