terça-feira, 19 de outubro de 2010

O que eles querem?

Fiquei pensando em algum tema para postar nesta terça-feira e comecei a lembrar das minhas amigas que estão, assim como eu, solteiras. Tentei montar um padrão para saber o motivo da solteirice de todas nós e, assim, tentar entender a cabeça dos homens. Como se isso fosse tarefa fácil... Paralelo a isso, comecei a pensar em tudo o que já ouvi e li que veio do sexo masculino. E aí é que a coisa complicou...

Homem não quer mais uma Amélia. Não quer mais aquela bonequinha criada para lavar, passar, cozinhar e viver às custas dele. Ele quer uma mulher moderna, que trabalhe e coordene a casa à distância. Ele quer uma mulher que tenha conteúdo e saiba conversar sobre política, moda e aquecimento global. Se puder falar sobre futebol, melhor ainda. Lindo,né? Um sonho dourado. Maaaas...

Quando o homem encontra uma mulher dessas, ele simplesmente foge. Sim, porque a mulher que não é Amélia, é independente. E mulher forte e independete assusta aos homens. Pelo menos é o que tenho percebido sempre que penso em muitas amigas minhas. Todas trabalham em bons lugares, são independentes, viajadas, lindas, donas de si...e solteiras. Algumas por opção e acho isso maravilhoso. Outras simplesmente são areia demais para os caminhõezinhos que encontram por aí. E o círculo vicioso se forma: conhece o cara, ele a conhece, ele pula fora. Simples assim. Para eles. Para nós é um dilema.

Dia desses eu encontrei um livro chamado "Os homens gostam das mulheres poderosas". Aham...gostam para quê? Porque certamente não é para casar (e por casar eu digo construir uma vida juntos e não uma festa de casamento tradicional). Talvez seja para lidar com alguém de igual para igual e isso acaba levando ao mérito do sexo casual. Será que os homens preferem as mulheres poderosas porque as poderosas não esperam um relacionamento sério?

Não sei. Entender o que eles querem é uma eterna charada...

11 comentários:

Oficina Chic disse...

Muito legal o seu blog, já estamos seguindo :)
Beijos, Gabi

Tati disse...

Eu já vi esse livro...rsrsrsrs

beijokas
Tati

Claudia disse...

Ah Tati, os homens são diferentes. Tem homem misógino, que odeia mulheres por que leu uma merda qualquer na Bíblia sobre Eva e tem homem que AMA mulher poderosa. È um erro achar que os homens são todos iguais...a gente brinca, mas no fundo, cada homem é uma pessoa. Meu marido é um cara que gosta de mulher durona, independente etc mas nós dois tivemos que nos adaptar por que fui obrigada a ter uma fase amélia mesmo, com muito orgulho pois sei que estou fazendo o melhor por meus filhos...e ele está orgulhoso de mim. Sei lá...acho que vc conheceu um cara legal, e ainda vai conhecer outros, e não estereotipar. Fique bem, amiga, beijos.

lahti shirley disse...

adorei o texto! até mim diverti com ele :)

obrigada por sua visita no blog!

bjs

Dani disse...

Sinceramente, pelo que tenho conversado com os mocinhos, eles não querem nada além de um traseiro.

disse...

Bah guria.... Corre pra ler esse livro, eu achei muito bom!
Nao tem nada a ver com ser independente, se mostrar superior, convicta e solteirona! O livro trata de várias situações que tu pode vir a ter em um inicio de relacionamento ou até mesmo a "procura de" e te dá várias dicas, algumas bem babacas, mas outras muito boas.

Eu li esse livro na época q eu tava solteira-desesperada, e gostei. Nao digo que foi por causa do livro especificamente q hj estou namorando, mas na época, o livro ajudou bastante.

Mas nunca falei pra ninguem q li! kkkkkkkkkkkkk

bjos

Tati Canto disse...

Oi Tati, sou sua xará e cheguei no seu blog através da entrevista no Phinérrima! Adorei conhecer seu espacinho...vou passar seu link pra uma amiga que está vivendo esse momento solteirice, o texto é ótimo!
Bjs, Tati
http://loveshoesblog.wordpress.com/
@loveshoesblog

Débora disse...

Hahahahah eu li esse livro, e é uma droga...É uma coisa tipo, "role com o cara pelo tapete mas não transe, pq aí vc está no comando". É meio que consitruir um relacionamento "treinando" o seu parceiro como um cachorro, ou "chantageando-o com alguma coisa que ele quer e vc não quer dar".

É que sei lá... eu tenho um pouco de implicância com livros que reduzem as pessoas a determinados arquétipos.
As pessoas, todas elas (homens, mulheres), são complicadas.

Bjinhos

Accácia disse...

O que vejo atualmente e escuto muitos amigos dizerem é que mulher ´pe algo tão fácil hoje em dia que não vale mais a pena se amarrar a uma só!
Antes era mais difícil dormir com uma,agora elas quase se jogam em suas camas!
Com tanta facilidade assim,pra que casar?

Carolina Cunha disse...

Nossa, engraçado ler isso aqui! Ontem mesmo fiz um post no Segredos de Liquidificador falando sobre isso. O post é meio "revolt", mas estou tratando deste dilema.
Vejo que as minhas amigas que namoram geralmente são elas que mandam no relacionamento e os namorados são uns frouxos. Só que eu não gosto de homem frouxo!Quero homem de verdade. Também tenho amigas que namoram que são umas pamonhas, fazem tudo que eles querem...bom eu tb já fui pamonha assim! Gostei do seu blog! Vou seguir!

Flávia disse...

Achei muito boa a conclusão do texto.
Acho que os homens tem medo do briho que a mulher tem, pricipalmente quando ela sabe do assunto ou caso sendo discutido.
Situação: Uma roda de amigos, mulheres e homens conversando sobre diversos assuntos e tudo correndo bem. Ate que entram num assunto que, digamos que seria "para homens", exemplo fubebol. E uma das mulheres conhecedora, coloca a sua opinião ou destaca algo que viu/assistiu, enfim... TODOS, digo TODOS se supreende, e ai começa a "guerra". Todos querendo ser "melhor", falando tudo o que sabe... Enfim. Isso acontece e acontece principalmente comigo. Amo futebol e passo por isso quase sempre. rsrs. Mais nao ligo. Escuto as opiniões e tiro de letra.

Acho que isso precisa acabar entre homens. Tem mulheres que também são assim mais isso ja é inveja...rsrs... e também é outro assunto...rsrsr...