sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Pessoas especiais...

Acho engraçdo como certas lembranças ficam na nossa memória por mais que o tempo passe. Cheiros, cores, sabores...temos sempre alguma marca que nos remete a algo ou alguém...

Hoje eu resolvi postar sobre pessoas especiais. Não tem nada a ver com o amor ou casamento. São pessoas que aparecem na nossa vida por algum motivo e ficam para sempre, mesmo que em memórias.

Minha mãe é professora então eu sempre considerei meus professores ótimas pessoas. Tive duas professores mais do que especiais para mim e delas eu lembro sempre: Nancy, de inglês e a Luisa, de redação.

A Nancy foi minha professora na sexta série, lá em Vinhedo. Ela era um amor de pessoas e uma excelente professora. Se eu fechar os olhos ainda hoje me lembro que ela usava vestidos coloridos (tinha um azul marinho que eu achava lindo) e prendia os cabelos com presilhas que tinham laços. O perfume que ela usava era delicioso, Sansara. Não sei como e nem porque me afeicoei tanto a ela. Mas era fato que eu contava os dias para as aulas de inglês e era a aluna mais CDF da sala. A filha dela, Nathalie, tinha um ciuminho de mim no começo (Oi Naty!) mas nos tornamos amigas depois. Minha mãe morria de ciúme da Nancy! Chegava a ser engraçado!O tempo passou e perdemos o contato e aí entra a mágica da internet...achei a Nathalie no Orkut, nos encontramos no shopping uma vez e - olha que legal - mais de dez anos depois da minha sexta série, eu reencontrei a minha favorite teacher. Ela continua a mesma pessoa meiga de sempre, com o mesmo olhar carinhoso. O mais legal foi poder contar para ela que virei professora de inglês por causa dela!!! Ela adorou.

A Luiza foi minha professora de redação no terceiro colegial. Especialíssima, inteligentíssima e todos os superlativos bons que podem existir no mundo. O que me chamou a atenção nela foi que, de dez palavras que ela usava no cotidiano, cinco eu não sabia o que significavam. Era cômico. Eu conversava com ela e um dicionário do meu lado. Cena ridícula, podem rir. A Luiza acabou virando próxima de mim e do meu grupo de amigas porque nós éramos muito CDFs sociáveis e virou todo mundo amigo. O auge foi um jantar que fizemos na casa da professora. Eu,a Luiza, nosso professor de física e a minha turma. Imagina como não causamos comentários na escola! Hoje eu falo com a Luiza vez ou outra, mas ainda tenho muito carinho por ela. Aliás, vou até mandar o link do blog para ela ver como eu continuo escrevendo redações!!

Eu poderia falar de tantas outras pessoas... Sylvia Furegatti, minha professora de História da Arte na faculdade, Rivadavia (um cara que desenho um parabéns gigante na rua da minha casa com giz de escola só para me desejar Feliz Aniversário) e mais tanta gente...são boas lembranças.

A vida segue, o tempo passa, mas as pessoas especiais...essas ficam para sempre!

3 comentários:

Nathalie disse...

Opaaa post me mencionando? Tô famosa!!!
Agora, ciúme? Como assim? Eu ter ciúme dos alunos da minha mãe? imaginaaaa... isso não acontece! rs...
É verdade, pra ser honesta tenho um ciúminho até hj dos alunos dela... mas muito saudável, é claro... Mas você é minha amiga né Tati e o ciúme que eu sentia de vc acabou no dia em que vc deixou eu comer um pouco da cobertura de torta que estava na sua cara... acho que isso foi em alguma gincana? Bom, não lembro direito, mas lembro que achei incrivelmente legal da sua parte deixar eu experimentar aquele troço que no fim, parecia mais gostoso do que realmente era, mas tudo bem, valeu pela experiência... daquele dia em diante vc deixou de ser rival e virou amiga!
Sabe que eu e a minha mãe gostamos demais de vc!! E sempre lembramos de vc!
Um beijão querida!!!

Flávia disse...

Legal lembrar desses momentos de escola. Eu tinha uma professora de Portugues que amava de paixão. A Marcia era linda, loira bem branquinha, alta... Tinha sido comissaria de bordo. Ficava imaginando ela com aquela roupa da TAM (era la que trabalhava). E por causa dela que me interessei por Jornalismo. Adorava quando ela falava e a comparava com uma jornalista. rsrs... E tinha também a de Matemática. Ana Maria. Lindos olhos azuis. Mais aquele azul bem forte que dava ate má impressão ao olhar. Explicava a materia sempre com um sorriso lindo no rosto e com todo paciencia do mundo ia de mesa em mesa explicando o que nao entendiamos. Achava lindo isso. As duas me deram aula do 2º colegial. Amo as duas materias. Ja tive minha experiência com o jornalismo. E agora estou tendo com financeiro.
Foi muito bom ler esse post Tati. Amei lembrar daqueles momentos na escola. Momento nostálgico demais agora. rs...
Bjosss

Isabela Bonfim disse...

Que engraçado, uma das professoras que mais me marcou tb chama Nancy, professora de ingles! Mas não é a mesma, hehe.. Bjsss