segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Amor e Sexo...

Faz tempo que tenho me programado para escrever sobre amor e sexo aqui no blog, mas sempre adiava e nem sei direito o motivo. Ontem, no entanto, depois de uma conversa com um amigo gay, resolvi que era a hora. Antes, porém, notícias do fim de semana. Nada aconteceu. Calma, não resolvi fechar a boca e não falar nada, mas é que nada mesmo aconteceu. Ontem jantaríamos juntos, mas os filhos foram dormir na casa dele e acabei não vendo o cara do bar.

Daí resolvi ir ao cinema com um grande amigo meu. Ele é homossexual...gay. Adoro a palavra gay! Sabiam que em inglês ela quer dizer alegria? Por isso que eu falo: Tenho amigos gays e não Tenho amigos homossexuais. Acho mais bontinho. Enfim...

Esse meu amigo namora há alguns meses uma pessoa que é maravilhosa. Eu o conheci ontem e posso dizer que passamos um tempo agradabilíssimo juntos. O namorado, por sinal, é europeu. Aí que na conversa com o meu amigo, ele disse o quanto essa pessoa é interessante e contou que se sente feliz por, finalmente, achar um homem com quem possa conversar. Comentei com ele que pelo visto, ele estava 100% satisfeito em uma relação depois de muito tempo. Mas não. Ele não está. Disse que o sexo não é bom. Não vou entrar nos detalhes que ele me contou, mas posso garantir que, para um gay, realmente a situação NÃO é boa.

Diante do cenário, fiquei me perguntando qual seria a solução que, provavelmente, ele me relataria nos próximos cinco minutos de conversa. Eis que ele solta a bomba: Gosto dele, mas como não estou feliz no sexo, tenho gente que me ajuda nessa parte. Como assim? Quando a gente só elogia o parceiro não é de se supor que a gente esteja só com ele? Quando foi que o mundo mudou e ninguém me avisou?

Comecei a pensar sobre as conversas que já tive com amigas, amigos, parentes, homens, mulheres, gays e afins...não é de hoje que eu ouço a teoria do "você pode amar uma pessoa, mas transar com outra e está tudo bem". Pra mim não está tudo bem. Pra mim funciona assim: ou está comigo ou não está. Não adianta estar comigo mas querer pastar na grama da vizinha. Acho um pouco difícil você sustentar a teoria de que ama uma pessoa, deseja outra e está tudo certo.

Até que ponto isso pode mesmo ser verdade? Será que as pessoas passaram a ter dois valores diferentes? Será que podemos ter uma relação completa,porém em parcelas: uma parte com uma pessoa e outra parte com outra?

Não sei...começo a semana pensando nisso tudo. O que acham?

16 comentários:

Isabela Bonfim disse...

Oi Tati, eu concordo com vc, não acho certo que um bom relacionamento seja dividido entre outras pessoas. Acho que para um relacionamento ser 100% feliz vc deve se realizar plenamente com uma pessoa só. E não acho que isso seja impossível. Problemas, dificuldades, todos temos, mas isso não significa que não somos felizes. Beijão.

Viviane Tassi Brabos disse...

Tati, que assunto controverso né?!? Pra mim não, se amo, se gosto de estar junto, mas o sexo não é bom, que tal tentar dar uns toques, ir colocando coisas que vc gosta aos poucos, tudo pode mudar, é questão de conversa, de companheirismo. Acho bem melhor que sair por aí, procurando alguém que te complete sexualmente.
Será que estou ultrapassada?!?

Não falei que a bisnaguinha era milagrosa Tati, não sei como ainda não fiz meu estoque, hahaha.

Bjo

Studio RP disse...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, Tati, queridaaaaaaaaa....
Lógico que pode vir aqui só pra eu te maquiar!!!
rsrsrs
beijão!!!!

Eu, o ΞĐU disse...

Bom dia Tati...
Como você mesma disse, relacionamentos são complicados. Para a tristeza de alguns, não existe, entre duas pessoas, relacionamento 100% feliz. A única forma de ter plenitude num relacionamento é consigo mesmo.
Não acredito em "amor compartilhado" o pão e a manteiga devem vir da mesma padaria!
Sobre o carinha do bar, se dormir com os "filhos dele" não estava no programa antes, acenda a luz de alerta, ou vai te acostumando com o "nada aconteceu". Mas, minha torcida é toda sua!
Saudações, com uma semana maravilhosa!
EDU

Maria Julia Faria disse...

Eu tbm acho que não está tudo bem. E outra, um conselho que vem desde a minha bisavó é: case-se com uma pessoa que você goste de conversar, da companhia... porque aos 80 anos, o sexo já não vai mais estar em 1º plano. E concordo com o Edu, não existe relacionamento 100% feliz, todos tem problemas, desavenças e diferenças, vai de cada casal saber lidar com isso. E o cara do bar espero ouvir os próximos capitulos e que eles sejam felizes hein!

Beijos!!!

Paula disse...

Concordo total... se o relacionamento está tão perfeito assim como você pode não ter intimidade suficiente para dar uns toques sobre o que não está bom???
Para mim não faz sentido... e, como na maioria dos problemas, tudo se resolveria com uma conversa franca. Já parou pra pensar que a outra pessoa pode também não estar super satisfeita com o sexo??? POis é... é preciso olhar além...
bjs

Brazilianbloke disse...

Complicado. Amar uma pessoa e transar com outra. Ainda não aderi a essa modernidade heheh mas o fato é que sexo conta demais em um relacionamento, acho que um relacionamento sem um bom sexo tem tudo para não durar muito, a chama, a paixão e o tesão são partes muito, mas muito imporantes em um relacionamento. Relacionamento sem amor é relacionamento imcompleto, relacionamento sem sexo também o é. Claro que não justificar sair transando com outras pessoas enqanto seu marido, sua esposa está em casa. Por isso é bom mesmo escolher bem com quem vamos nos casar ou mesmo namorar, são muitas as questões.

beijos
ótima semana

Emm Semijoias e Bijuterias disse...

Concordo com você.. a pessoa tem q ser feliz por completo..afinal ngm gostaria de ver o outro com outra(o)..
bjs

Nai disse...

Que dá para amar um e fazer sexo com outro, dá. Mais então pra que manter uma relação?!
Relacionamento pra mim é comprometimento, e eu acho essa palavra muito mais bonita que amor... Ou então tenha uma relação aberta, que é super bonito de falar, mais minha modernidade é limitadíssima.
Pra mim relação tem que ser transparente, não basta apenas amar, ou dizer que ama. Tem que estar ali inteiro, que se comprometer até o último fio de cabelo, pra rolar.
Caso contrário vira relacionamento líquido e descártavel.

Super beijus

eusoqueriadizer disse...

Sim sim... Eu acho q não tem nada a ver uma coisa com a outra...
ninguém vai ser feliz 100%, sempre tem uma coisinha ou outra q não gostamos, mais até aí sair buscando outras pessoas pra suprir essas deficiências é meio absurdo demais...

A graça é exatamente essa, saber contornar as coisas e ser feliz! =)

Bjusss

Dani disse...

Ai ai ai... não gosto de pensar nisso..me dá um desgosto.

Uma relação bacana é qdo amor e sexo andam bem juntos, né? No caso desse seu amigo, será q ele tentou sugerir mudanças pra ser mais gostoso? Deixar a outra pessoa adivinhar é f***.... tem que conversar e praticar pra melhorar. rsssss

Beijo.

Vivi aninha: disse...

Gostei muito do seu blog e é claro que já sou seguidora, visite o meu e se gostar segue tb.vc escreve muito bem.
Besos, besos.
http://vivi-aninha.blogspot.com

Tatty disse...

Oi Tati!
Acabei te encontrando! Amey seu blog!
E esse assunto é mto complicado. Eu concordo com vc. Se a pessoa está comigo, tem que ser só comigo msm!!
Bjss, Tatty

http://suspirofashion.blogspot.com/

analice disse...

respeito a forma do outro, mas continuo querendo os dois no mesmo homem...

ah!!! uma otima semana,

analice disse...

mudando o foco..
Ola, meninas!!! obrigada pelo recadinho. acordei agora das anestesias - pois tomei umas tres. mas ocorreu rápido e tranquilo... na verdade, o medico diagnosticou que tenho refluxo, e que os desconfortos, da ausencia de estão ligados a alergia mesmo e a um desvio no septo direito, mas que eu ate ja tinha ciência e por parte da minha medica de recife e ela nao me aconselhava fazer nenhum procedimento cirurgico, devido a alergia e porque eu poderia viver sem muito problemas. Vamos ve qual será a orientação do médico atual;....

Quanto ao refluxo nao foi legal saber, mas de qualquer forma é importante para que eu posso combater com uma educação alimentar mais rigorosa, pois estava muito relaxada. e terei que retormar algumas coisas para tentar eliminar, mesmo já sabendo pelos méidicos que eles informam que nao tem cura. Mas a espernça sempre é a última a apagar a luz. e que como sou crente das curas naturais. vamos nessa.

Flávia disse...

Nossa. Papo pesado. rs... Porém concordo com vc Tati. Acho que as pessoas devem respeitar o parceiro(a). Se nao esta bom, falta algo, nao esta completo termina. Agora imagina a situação constragedora que ambas as partes podem passar ao serem desmascaradas. Nada melhor que o jogo aberto. rs...