quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Cartas para Julieta


Estou de volta. A vida volta ao normal, ainda que com garganta e ouvidos inflamados. E neste período de reclusão, assisti Cartas para Julieta. Confesso que me identifiquei muito com a história do filme e, com toda certeza do mundo, precisava transformar em post o que eu senti...

A história é de uma garota que vai para Verona e se torna "secretária da Julieta". Ela responde à carta de Claire, escrita há mais de 50 anos sobre um amor perdido. Sophie, Claire e o neto dela cruzam a Itália procurando por Lorenzo. Para saber mais, só assistindo ao filme e eu super recomendo.

Confesso que não sei se foi a doença, a fragilidade ou o filme que me fizeram mais pensativa esses dias. Acho que um conjunto de situações, na verdade. Eu acredito fielmente que sempre vamos ter na nossa vida uma pessoa que vai fazer com que a gente sempre pense em como seria estar ao lado dela. Algumas pessoas têm a sorte de se casar com o amor de vida delas. Outras pessoas vivem uma história de amor linda, mas que fica na lembrança. E outras ainda terão coragem de correr atrás da pessoa amada mesmo depois de anos. Não pude deixar de pensar no Mr.Right ao assistir a esse filme. Não pude deixar de pensar que espero que o meu final com ele seja como o da Claire e do Lorenzo. Porque quando o amor existe, não tem tempo, situação ou outra barreira que impeça que uma história seja vivida.

"Nunca é tarde para o verdadeiro amor", "Se o sentimento é verdadeiro, não há tempo que faça com que ele passe"...essas e outras frases do filme me fizeram pensar bastante. Nenhum dos dois deixou de viver a vida, casar e ter filhos...mas o destino os reuniu. Lindo isso...

Acho que vou escrever uma carta para Julieta. O que será que ela me diria?

9 comentários:

MUNDO FASHION DA TATI disse...

Quero verrr!
Ainda não viii!
Beijos lindona

Bruna disse...

Também quero assisitir e também para vê cenas da Itália.. bjos

http://wonanchic.blogspot.com/

analice disse...

então... eu sou espirita... mas nao consigo ainda ter essa clareza de acietação no meu coração... falo isso de forma verdadeira. ja tive que abrir mão de algumas pessoas muito boas na minha vida e olha... o coraçaõ doi, o apego, o orgulho , os sentimentos mais proximos nossos né... quando li o ha 2000 mil anos de chico xavier,.,,, chorei tanto, nao queria mais terminar e so terminei por obrigação academica. .. ainda é aterrorizante... isso... talvez mais a frente possa ter uma outra percepção... mas hoje ainda estou em guerra interna...
eu vivo um relacionamento onde o meu namorado vive na alemanha e e eu aqui...é doloroso... nada facil....

Natália Sena disse...

Amei o nm do seu blog, mt engraçado. Estou seguindo, vou ver se acho esse filme para assistir!

meu-estilo-de-ser.blogspot.com

Paty Chuchu disse...

Oiiiiiii que bom que voltou..Ai quero ver esse filme tb..Ja ouvi falar dele..Mas qto ao amor..Ah o amor...as vezes tenho raiva do amor,pois qdo ele entra em jogo,esquecemos todos os sinais de alerta da nossa razao ne?(aff nada ver meu comentario agora kkkkkkkkkk,viajei)..de qualquer forma,assim que der, vou ver esse filme depois te conto..Beijossssssss Tatiiiiiiiiiiiiiiii chuchu...

Ps.Adoro sua visitinha..

Isabela Bonfim disse...

Ahh, eu sabia que vc ia gostar! Que bom que está de volta! beijos

http://ourdreambox.blogspot.com

disse...

Ai ese filme é lindo d+!

Adorei!

Camilinha Pavan disse...

Quase morri de tanto chorar Tati!
É muito lindo né?
Beijão
Mili Pavan
http://www.milipavan.blogspot.com

Flávia disse...

Acho que ela diria pra vc curtir a vida. Pq vc é linda demais para ficar pensando tanto nisso e deixar as aportunidade passarem.
rs...