terça-feira, 16 de novembro de 2010

Minha carta para Julieta...

Querida Julieta,
Existe um filme que foi criado dizendo que poderíamos escrever nossas histórias de amor e esperar por seus sábios conselhos. Fiquei pensando se escreveria mesmo porque, como posso ter um bom conselho de uma pessoa que se matou por amor e acabou não vivendo este amor neste plano?? Mas, diante da situação toda, é uma opinião a mais que posso ouvir.

Eu me apaixonei e fui correspondida em um amor que não poderia ter acontecido. Ficamos juntos de maneira intensa por quatro meses e há outros quatro meses tenho tentado (e ele também) se desligar. Sei que não estou conseguindo. Ele eu não sei. Ele se casou com a pessoa que havia sido escolhida depois de um namoro de sete anos. Ela, a noiva, teve uma doença grave e ele prometeu que casaria com ela. Talvez tenha sido uma forma de fazer com que ela passasse pela doença de forma mais amena e positiva.

Em nossas conversas ele dizia que se não fosse a doença, ele teria se separado já. Ela melhorou, mas a promessa do casamento precisava ser cumprida e foi. Pelo menos era o que ele me dizia: que precisava acertar cometendo esse erro.

Nós sempre dizíamos que nosso encontro não foi por acaso. Só não entendo ainda o motivo disso. Será que precisamos passar por essas provações para saber que o sentimento é verdadeiro? Será que eu preciso sofrer (mais ainda) para aprender? Será que nos conhecemos antes do ideal e agora estamos sofrendo?

O que fazer,Julieta? Como saber seguir a vida se o coração está preenchido com um alguém que agora não pode ser seu? Como manter esse sentimento vivo até que ele possa ser vivido?

O que você,Julieta, faria no meu lugar?

PS: Suicídio não estão nos nossos planos...melhor deixar claro...

13 comentários:

Nai disse...

Morri de rir com o fim do texto,rs
Tati,
Eu não sei o que Deus te reserva lá na frente, e sempre falo que seria muito bom se ele pudesse nos dara chance de saber um pouco mais, amo cenas dos próximos capítulos.
Mais só sei que não deve ser fácil estar no seu lugar!
Um abraço

Paty Chuchu disse...

Snif,Snif...Poxa amiga..juro que essa historia de amor nao pode acabar assim...Qdo a gente e´ pequena,nos ensinam que o amor e´ lindo,me pergunto como pode algo que e´ lindo doer tanto??Aprendemos tambem que toda a historia de amor verdadeiro tem um final feliz,nos filmes ,nas novelas,nos livros,mas e na vida real??..fica tudo mais dificil.E´ duro mas aprendemos na marra e nas lagrimas que a vida real,nao e´ nenhum romance.
Mas,como boas romanticas nao desistimos nunca e isso e´ a nossa virtude,sempre ter esperanca,pois mesmo tudo parecer sem saida,acredite,nada acontece por acaso.
O futuro ninguem conhece,mas como eu te disse Deus sabe o que faz,ele esta no controle.
Na hora da dor,e´ dificil,praticamente quase impossivel,compreender,mas depois de um tempo,vc vai olhar pra tras,talvez ate´ juntinho com seu Mr.Rght( quem sabe ne?) e vai dizer:E´realmente era pra ter sido assim.
Beijinhos amiga e forca viu..

Paty Chuchu disse...

Ups acabei de ler...Quis dizer Mr.Right.

Dani disse...

Eu acho que a Julieta responderia algo assim...

É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Todo mundo ama um dia,
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Cantarolando 'Tocando em frente'...assim, sem querer se comprometer.

:)

Sara disse...

Leio sua história desde o início desse blog e como dizia meu amigo chapolin "Suspeitei desde o principio" que era uma doença e que ele havia dado a sua palavra.

Meu conselho é O TEMPO... "o tempo" pode decidir que ele vai se separar dessa pessoa da qual ele casou sem amor e ficar c/ vc que ele ama, ou então "o tempo" vai fazer com que vc encontre um novo amor e seja feliz.

"Viva todo o seu mundo, sinta toda liberdade, e quando a hora chegar, volta... Que o nosso amor está acima das coisas...desse mundo"

Maria Julia Faria disse...

Oie! Olha faço das minhas palavras as da Sara,ela falou TUDO. Pena que o tempo de Deus não é o nosso né...
Como sempre torço por vc, tenho certeza que vai dar tudo certo entre vcs. O amor verdadeiro sempre vence, mesmo que demore.
Beijos e fique bem!

disse...

Ahhhhhhhh bem q eu adivinhei, num comentário, te lembra?? q pra ele tá casando só podia ser por causa de uma doença muito grave.... nossa... mas daí... é complicado, né! eu me coloco no lugar da moça e me dá uma dor no coração, nao que a tua dor seja menor que a dela, mas tem um percentual bem significante.

olha... já dizia a nossa vó e toda a velharada: o tempo é o melhor amigo.

bjoka e boa semana!

Bruna disse...

Oi Tati, o tempo será o melhor remédio para responder essas questões. bjos

http://wonanchic.blogspot.com/

L´atelier disse...

Oie!!!
Adorei seu blog! Ja estou te seguindo, depois passa lá no meu blog!!
ai li o texto (por sinal ameii)..e realmente a melhor respsota foi a da Sara!! o tempo é o senhor de tudo!
bjs
Haytana

Julia disse...

Tati,
essa carta é muito difícil de ser respondida... relamnete a sara tem razão o tempo cura tudo!adorei seu blog e estou te seguindo!
queria te convidar pra conhecer meu blog
www.blogdajupenedo.com
segue também se gostar
bjs querida

Anônimo disse...

Nossa...
Vc descartou a aopção que eu ia sugerir!hahaha!
Quer dizer que ele contou que a 'noiva' era doente?
É...pensei que vc fosse mais esperta!
Essa mentira é velha.
Agora senta e espera ela morrer,tá?
Quem sabe assim a sua história com ele acontece?
Mas será que vc dura tudo isso?
Acho que não...acho que se mata mesmo antes!
Fátima

Isabela Bonfim disse...

Sempre tem alguém pra estragar, né? Eu acho que se é pra falar besteira melhor ficar de boca fechada.
Quanto à carta: vc já pensou em relamnete enviar para Julieta? Quem sabe as secretárias respondem, seria interessante!
Beijinhosss

Anônimo disse...

Tem gente que não tem o que falar não é mesmo?
Não sei nem pq nasceu!!!
O tempo para pessoas amargas como esta aí de cima, nunca passa...ou melhor...ele fará sim...Deus sabe do coração de cada um...