sábado, 18 de dezembro de 2010

A maldade que existe dentro de nós...

Se praga de mãe realmente for eficiente, estou perdida. Acho que estou pagando por todos os trocentos erros do passado. Esses dias estava conversando com uma amiga sobre, claro, relacionamentos. A gente estava dando risada de todas as coisas que fizemos lá atrás e analisando se elas teriam alguma relação com o nosso presente. E eu concluí que sim.

Não sei, mas acho que já comentei aqui que eu fui muito ruim com os garotos quando eu era mais nova. Muito mesmo. E quando eu digo muito mesmo é muito MESMO! Eu sempre tinha o cara que eu, imbecilmente (agora eu acho imbecil, mas não achava no passado), chamava de "trouxa da vez". O "trouxa da vez" sempre era apaixonado por mim e estava junto com a minha mãe na árdua missão de fazer com que eu aceitasse namorá-lo. Acontece que a minha mãe fazia uma campanha tão grande para o candidato que o efeito era o contrário: eu passava a odiar o cara. Até aí eu poderia dizer "não, obrigada" e seguir em frente. Mas não. Eu tinha a necessidade idiota de ser constantemente paparicada, mimada e elogiada. E os caras faziam tudo isso. E eu me sentia a rainha do mundo.

Um dia minha mãe, num correto ataque de fúria, me disse que eu não era a pessoa mais linda do mundo,nem a mais importante e que um dia eu passaria pelo mesmo caminho que todos aqueles caras que eu chamava de trouxa. Eu ria. Nunca pensava que gostaria de ninguém tão fortemente e nem que faria de tudo para chamar a atenção de um cara. Mas aconteceu. Acho que, sendo sincera, não aconteceu só com uma pessoa. Nem só com o Mr.Right (ok que com ele foi o mais forte). Eu gostei de vários caras que me viam tão atraente como um sanduíche de alface. E aí eu sofria. Eu chorava. Me descabelava. E...minha mãe dizia: Eu te disse.

Não me orgulho dessa maldade toda, mas acho que fazia parte de algum orgulho tonto que eu tinha dentro de mim. Esse mesmo orgulho fez com que eu perdesse pessoas que poderiam ter sido bem bacanas na minha vida. O diabinho que azucrinava a minha orelha deve estar rindo da minha cara no momento.

E os "trouxas da vez"? Bom...eles estão se casando, noivos, namorando....mas não mais disponíveis para a trouxona aqui....

5 comentários:

analice disse...

então, sabe que o bom é reformular tais posturas.... e saber que a justiça divina nao incrementa maisa palavras culpados ou parados e sim pessoas que buscam se valorizar, amadurecer, viver diante das coisas belas e divinas. viva que voce quer isso, e que o orgulho ja nao tem mais tanto ou nnehum espaço em vc. quantos aos demais, sabe estou aprendendo que todos sao importantes em nossas vivencias , mas a nossas só nós fazemos... e independente de fulano ou beltrano falar, é vc que vai fazer de fato ... e por isso o grandioso valor de deus em nossas existencias, nós somos os nossos donos... o ontem podem influenciar hoje, mas o hoje poderá te fazer melhora amanha... por isso sofre com alegria, nao falo com sarcasmo ou coisa parecida, mas falo do amadurecer, do perceber, do ser sensivel. e quando a pessoa que for pra vc se aproxima, os seus nervos, sentimentos vao reagir, pode crer, ja começaram...
um bom final de semana,...

Jacqueline disse...

Nossa realmente sofrer por amor , paixão ou gostar de alguem que não pode retribuir é ruim demias!

Jenny disse...

Te disse que tinhamos coisas em comum??? mais uma!!! tb aconteceu comigo, a diferença que eu não o chamava de trouxa (não tinha essa idéia na época rsrs brincadeirinha) mas tb fiz alguns sofrerem, quando eu sentia que ficava sério, eu zarpava. Nunca fui a mais bonita, ou com mais corpão (sempre lutei contra o peso)... então tinha medo que se eu me deixasse levar muito sério, ele iria me trocar por outra... insegurança de adolescente... erros tb de adolescente... Depois que tive minha pequena mudei meu jeito de ver a vida.. ou pelo menos ve-la por outro anglo..casei e me separei ahahahaha

bjs
http://www.jennysmakeup.blogspot.com/

Wanessa disse...

Ai Tati, li o post e achei super engraçado... eu tb acho que estou pagando todos os meus pecados... fiz muitos caras de "trouxas" tb...

rssssssss

Beijos!

Flávia Lourenço disse...

Nossa. Assunto pesado para ser comentado as 4h da manha.
Me diga uma coisa. E quando a pessoa nao deixa perder uma oportunidade de conhecer alguem bacana e ate agora nao achou alguem especial??? Que nunca julgou um cara pela aparecia e mesmo assim ainda nao o achou???