sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Oooops...I did it again...

Gente, confesso que estou cansando. Cansando mesmo. Para que os joguinhos no relacionamento se no fim vai todo mundo terminar junto? Por que fazer aquele drama “Eu finjo que não estou nem aí e você finge que acredita em mim”? Não tem sentido. Jogos no relacionamento são gostosos quando são de conquista. Quando tem aquele intuito de dar o frio na barriga da relação. Mas da relação e não da “um dia isso aqui pode ser que vire uma relação”. E aí me cansa.

Verdade seja dita, pessoas. Eu tenho 27 anos e uma filha de 2. Eu não quero me casar ano que vem ou no outro (mas, se acontecer, quem sou eu pra dizer não...). Mas não quero ter ao meu lado uma pessoa que não tenha o mesmo objetivo que eu: ter um companheiro. Não quero um namoro por um namoro. Não quero rotular relacionamento nenhum apenas porque acho legal mudar meu estado civil nas redes sociais. Eu quero uma pessoa que queira ir ao cinema, que goste de assistir DVD deitado na cama ou comendo pipoca no sofá.

Alguém que tope passear no parque, ir ao teatro, viajar. Não quero alguém me ligue somente quando estiver sozinho e queira qualquer outra coisa que não seja companheirismo. Para sexo, existem as prostitutas. E me desculpe quem discorda. Acho muito legal essa história de P.A (pai, perdão a expressão chula... P.A é Pinto Amigo), mas para quem sabe que a coisa não passa de sexo e ponto final. Sexo para mim não é sexo. Sexo pra mim é fazer amor. É estar ao lado de uma pessoa que se gosta e se quer estar junto.

Não, eu não penso que tenho que dormir apenas com as pessoas que vão virar maridos. Eu sei que a coisa não funciona assim. Mas não quero, neste momento, alguém somente para suprir a carência sexual. Não estou nessa fase da minha vida. Eu quero alguém que queira a mesma coisa que eu: uma companhia para a vida. Não. Não penso em casamento já e já disse. Nem um namoro pra agora. Mas quero uma perspectiva de, um dia quem sabe, estar ao lado de alguém legal.

Me pergunto, minha gente, onde estão esses homens que querem a mesma coisa. Ou eles quase não existem mais ou então eu estou conseguindo filtrar somente aqueles que NÃO querem isso. Posso me arrepender amargamente de escrever isso no blog, mas daí eu peço desculpas e espero que fique tudo bem. Mas tenho que dizer: não acho que estou sabendo escolher direito ou não estou sabendo entender os sinais que os homens estão me mandando. Sério. E explico: não sei qual é a do cara do bar. Sei que uma semana não é tempo o suficiente para saber qual é a dele, mas eu bem que tento entender. Ele fala comigo todos os dias pelo MSN. Diz que vamos tentar nos encontrar e aí...não nos encontramos. Ontem, quinta, fui ao shopping com as amigas e ficamos de tentar nos ver depois do meu shopping e de um jantar dele. Mandei mensagem 23h. Resposta dele: estou enrolado, beijos. Fui para a minha casa. Mandei uma resposta idiota, confesso. Mais ou menos uma hora depois ele respondeu minha idiotice com um: Sem comentários. Não gostei. Tati faz a besteira número 1 da noite. Depois conversamos um pouco e ele diz: podemos nos ver agora, quer? Sim, eu sei que a pessoa inteligente falaria um NÃO bem sonoro. Mas não eu, a trouxa que vos escreve. Eu fui. Acabamos nos vendo. E eu, no meio do caminho, acabei vendo como isso foi um grande erro. Por quê? Porque ele vai pensar que basta estalar os dedos para POODLE da Tatiana sair correndo em direção a ele.
Eu errei feio nisso. Confesso. Mas também confesso o que me fez ir até lá. Basicamente: eu gostei dele. Gostei e não sei lidar com isso. Minha cabeça já é naturalmente confusa e o que conversamos me fez mais confusa ainda. Depois que saímos na sexta passada, ele disse que teve um relacionamento anterior bem complicado e que deixou várias marcas. Disse a ele que eu não cobraria nada, a única coisa é que eu não queria ser “a garota da terça-feira”, ou seja, não queria ser mais uma da coleção dele. Ele me pareceu sensato quando me respondeu que era uma pessoa que já tinha passado da idade da p...aria (se é que me entendem) e que ele era um cara sério, que sai pouco e com responsabilidades. Perguntei qual a expectativa que eu poderia ter e ele: a expectativa de que construindo um presente saudável, se tem um futuro estável. Achei a ideia dele sensata. Acho que ele me parece ser uma pessoa sensata. Acho que pode ser uma pessoa bacana na minha vida. Mas o meu passado, as minhas mágoas só têm feito com que eu faça besteira em cima de besteira. E aí que eu vou acabar fazendo uma tão grande que ele vai acabar sumindo. Enfim...é isso. Desculpem o post giga, mas eu tinha que contar minha zona mental para vocês.

É minha gente...os homens são de marte...e de morte!!!!

10 comentários:

Maria Julia Faria disse...

tati! quando eu estou folgada no meu trabalho eu fico toda hora atualizando a minha lista de blogs pra ver os novos posts dos blogs, e vou confessar uma coisa séria...eu vou direto no seu pq os assuntos são interessantes, fazem refletir sobre as coisas que acontecem na vida de todo mundo e os outros eu vejo depois hahahah
Por isso sou a primeira a comentar UHUUU, bom mas falando sério agora...Fico feliz que que o cara do bar exista em sua vida, pelo menos agora seus pensamento não ficam tanto em cima do Mr Right e homem é td complicado...deviam fazer um seriado "o que querem os homens" porque não é fácil não...vejo por vc, pelas minhas amigas solteiras...é sempre um dilema, um mistério...um estress... AFF!!! Podia ser mais fácil né?!
Beijos!!!

Nai disse...

Oi Tati
Aquelas fui eu que fiz, vamos fazer juntas as das crianças levarem para as tias.
Eu sei que você passou por bons e maus bocados, não curto esse negócio de joguinho, mais te acho um pouco ansiosa...
No fundo você não procura nada além de uma relação estável e não líquida, não precisa ter rótulos, mais precisa ser de verdade.
De certo que tu tem uma queda em ser pára-raio de maluco, só que precisa centrar, ficar um pouco em paz para ver as coisas acontecerem, sem muitas expectativas, porque elas geram sofrimento, nos fazem trocar os pés pelas mãos.
O cara do bar é bacana, mais pode ter outros, sempre tem, e para isso temos que ficar um pouco mais leve, assim dá pra enxergar quando isso acontecer.
Muita gente bacana vai topar pela sua vida ainda, mais essa angústia pode fazer com que elas passem e não fiquem, sei que é díficil deixar nossas experiências de lado, mais tente um pouco, sem esperar, sem querer entender ou analisar o que o outro quer.
Por mais que vocês mantenham contato diário, foi apenas um segundo encontro, não importa a forma que aconteceu. Ele é ocupado? Enrolado?
Desencana, existe cara bacana que quer compromisso sim, pode até parecer loucura, mais às vezes os encontramos na fase errada.
Não acredito em incompatibilidade de agenda, quando queremos uma coisa, damos nó em pingo dágua.
Um abraço

Blog do EDU disse...

Sem comentários, Tati... Beijos!

Dani disse...

Homens mto sensatos não gostam de mulheres que ficam querendo demais logo de cara... vai com calma... Ele tem as amizades, compromissos e as vontades dele e vc acabou de entrar no meio disso tudo. Não espere que ele vá te colocar em primeiro lugar agora...rssss Vai conquistando aos poucos, Tati. Ansiedade é nossa inimiga nessa situação. Sei que é chato, mas não pode exigir demais, né?

Invista aos poucos.

Tatty disse...

É xará! Entender os homens não é nada fácil. E essa procura por alguém que queira o que vc quer tbm não deve ser...
Te desejo boa sorte e pense 2x antes de fazer as "burradas"....rsrrsrs
Bjss,
Tatty

http://suspirofashion.blogspot.com/

Paula disse...

"SEm comentários"? Não sei qual o grau de joselitice da mensagem que ele estava respondendo, mas pelo que imagino de vc...

Sinceramente, não gostei nada dessa resposta dele. Não me pareceu mto preocupado em agradar e em te conhecer logo. Pareceu que te achou muito legal, não é galinha, mas tb não vai namorar sério agora... e isso de não querer namorar sério agora ele falou mesmo qdo disse que terminou um relacionamento traumático e ainda tá dodói, né?
Bjs

analice disse...

EU TB gosto muito do seu blogs... mas nao fique chateada, e frei a ansiedade...

Isabela Bonfim disse...

Eu tava confusa na história do cara do bar pq tinha "pulado" esse post e não tinha percebido. Agroa já me atualizei, hehe. Bjss

Jenny disse...

Lindo testo, adorei seu blog...adorei seus post... sim concordo, homens são de morte..
Fiz meu namorado parar de jogar para escutar esse seu post, e sabe que ele se interessou tb, te falo isso no lado extremamente positivo, pois, para fazer um homem parar de prestar atenção em futebol, game e controle remoto no geral é muiiiitttoooo dificil...
temos historias em comum.. muito em comum!

beijos

Flávia disse...

Meu anjo, com o tempo vc vai conseguir colocar as coisas em ordem.Eu tbm estava assim. Confusa, dando mancada ate com quem nao tnhi nada a ver. So que o tempo me fez amadurecer. Agora consigo ver as coisas com mais calma. Nao agir como agiu com o cara do bar. Agora, vou te falar uma coisa, nao fiquei pensando que vc oi uma mulher facil so por ter saido com ele tarde da noite. Ja se conhecem a um tempo, ele ja sabe um pocuo de vc. E como vc msm disse ele é um cara maduro, e acredito que maduro o suficiente para nao pensar isso de vc... Pense niss linda...