sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Seguindo em frente...lá na frente tem gente!

Eu sempre soube que esse dia chegaria. Sempre pensei em quando e em como seria. Mas não foi nada demais. Foi um dia como qualquer outro. A diferença? Consegui entender que seguir em frente não é um mal necessário. É apenas necessário.

Desde o dia que comecei esse blog penso em como seria o dia que eu simplesmente resolvesse "enterrar" Mr.Right nos arquivos especiais do meu coração. Pensei que o blog deixaria de existir afinal, comecei a escrever para aliviar a minha cabeça. Mas daí que o blog virou algo muito maior e percebi que, independente do Mr. ao meu lado, o nosso cantinho tem que continuar. Depois pensei que teria um vazio mental enorme, visto que passei muito tempo dos meus dias pensando nele. Hoje acho que não. Hoje eu lembro direitinho do que me disse a Isis, uma das minhas amigas mais antigas, e a Taci, minha luluzete: Ele vai ficar no meu coração, mas em formato de um passado gostoso que vivemos.

Não. Não aconteceu nada entre nós dois nesses dias e eu nem estou ficando maluca. Acontece que esse dia chegaria. Sejamos francos e francas: ele está lá, casado com ela. Eu não quero ser a outra e nem cogitamos essa situação. O mundo está aí, se mostrando pra mim. O que mais eu posso fazer? Sentar? Não. Viver.

Gostei dele. Muito. De verdade. Mas vou guardar esse sentimento e essa história com o mesmo carinho que a vivi. Vou olhar para trás e pensar que tive uma pessoa que me fez muito feliz. Que me fez ver que existem homens bacanas no mundo e,obrigada Deus, ele não é o único!

Vocês devem estar se perguntando o que aconteceu. Ela caiu? Ela bateu a cabeça? Tomou Gardenal? Não. Eu li um texto no Rodas de Notapé (olha o link lá do lado...) sobre amor. Achei extremamente inteligente. Como pode, em 6 bilhões de pessoas no mundo, apenas UMA ser a certa para a gente. Minha mãe casou duas vezes. Duas vezes com duas pessoas certas. Meu pai casou duas vezes. Duas vezes com as pessoas certas para ele. Meu paidrasto casou três vezes. Durante aquele tempo aquelas foram as pessoas certas. E a vida é feita de momentos...cabe a nós esticar esses bons momentos ou viver o tempo que eles foram feitos para serem vividos. O texto da Paulinha me fez abrir os olhos. Isso somado com outro acontecimento, mas que não posso contar porque prometi que não falaria nada aqui no blog. Quem sabe um dia eu possa falar pra vocês.

Enfim...é isso. Vamos seguir em frente. Porque lá na frente, tem gente!

7 comentários:

Viviane Tassi Brabos disse...

Certíssima vc Tati, seguir em frente, viver a vida da melhor forma possível, é nosso maior remédio, saber que lá em algum lugar, tem uma ou duas, ou três pessoas que podem nos fazer felizes. Ninguém nasceu pra viver sozinho, depende muito das nossas escolhas, mas as pessoas cruzam nossos caminhos e não podemos e nem devemos perder as oportunidades que a vida nos dá.
Esse ou aquele cara, pode com certeza te fazer feliz, mesmo que apenas por um momento, afinal, a vida é feita de momento né!

Bjão

Paulinha disse...

Ai, Tati! Vou fechar meu 2010 com chave de ouro depois dessa. Eu sou super pró enterrar alguém quando a fila anda! Se serviu pra te inspirar a dar o próximo passo e jogar a última pá de terra, ganhei o ano! Sério! Tô realizada...
Nas coisas simples estão as grandes descobertas, eu acho...
Que lindo, ganhei o ano! Adorei!!!
bjos e parabéns pelo "enterrinho"! hahahahaha...

Dani disse...

Eu falei para não ter medo de escolher você... :)

Sara disse...

De todos os post's esse foi o melhor!
Isso mesmo amiga, bola pra frente, não pode ficar sentada com cara de caneca, temos a obrigação de ser feliz!

Sei que já coloquei várias músicas aqui que achei a sua cara, é que sou APAIXONADA por música, acho que ela fala por nós!!!...
...E como não poderia ser diferente, achei mais uma (rsrsrs) a sua cara, a cara desse post, segue:

"Por que será que tem que ser assim agente gosta, a gente ama, a gente muda, e o tempo faz verdades nos teus olhos deixa ver, a solidão abusa...

Foi tão bonito, tão intenso, tão maravilhoso
Cada segundo, e a vida nos revela cada dia uma nova cena, um outro mundo

"Cê" chega, me beija, me olha nos olhos
E me diz então: Valeu! Foi bom, adeus!

Não vou chorar, nem vou me arrepender
Foi eterno enquanto durou, foi sincero nosso amor
Mas chegou ao fim...
ôôôôô..."

Beijão e boa sorte em sua nova jornada!

Bruna disse...

Adorei.

Bjos

prilouca@gmail.com disse...

Ahahha eu gostei muito tbem, deste post. Fico me pensando impossivel, q so exista uma pessoa que sera eu grande amor neste mundao imenso. Nao pode ser??? Certeza encontraremos alguem. Minha mae se casou duas vezes e foi feliz nos dois...igualmente.
Menina cade o texto q vc leu, nao achei o link???

beijosssss

Flávia Lourenço disse...

Adorei esse texto e acho que ele vai ser mto util para uma amiga que esta passando por uma situção dificil nesse momento. Indicarei!