quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Tomou Doril e...sumiu!

Você está apaixonada. Tudo está correndo bem. Vocês se dão bem, passeiam, namoram, curtem um ao outro. Bater papo é muito gostoso. Dormir juntinho é maravilhoso. Até o frio é melhorzinho quanto estão juntos. Até quem um dia...

Ele já não liga mais toda hora. As mensagens no celular vão de 355 mil para 5, com sorte. O MSN fica ausente o tempo todo. Ele alega falta de tempo, muito trabalho, cansaço excessivo. Promete que será apenas uma fase, que precisa ficar quieto, que vai te ligar assim que o trabalho der uma sossegada. E assim, com essa sutileza de um elefante furioso, ele some.

Sumiço. Acho que inventaram o chá disso faz tempo e esqueceram de me mandar uma amostra grátis para testes. Acho que o marketing da empresa que está fabricando o chá de sumiço trabalha apenas com o público masculino. Só assim para explicar como "ele" desapareceu.

"Ele" em questão não é ninguém relacionado a mim. "Ele", no caso, é um "não sei definir o quê" de uma amiga minha. Falei sobre eles ontem. Ele é o do "eu te amo", lembram? Temos novidades dele...uma mensagem estúpida no celular. E só. "Estou na aula". Assim. Sucinta.

Fico pensando os motivos que levam um homem a simplesmente desaparecer da vida de uma mulher. Medo de dizer a verdade do porquê ele não quer mais? Medo da mulher chorar na frente dele? Covardia? Não sei. E, sinceramente, não quero saber.

Poxa, o que custa telefonar ou chamar para uma conversa e dizer: Não te quero mais por isso, isso, isso e isso. Daí a menina chora, se descabela e aprende. E na hora da fossa, ela pode se dar ao luxo de saber o que aconteceu. Mas não. Eles preferem desaparecer sem mais, nem menos. E aí a gente fica anos tentando entender o que foi feito de errado, o que mais poderia ter sido feito, o que não poderia...

Dar um fora em alguém nunca é fácil. Eu passei por isso, você passou por isso, sua mãe passou por isso e até a sua avó! Mas é muito mais fácil quando se sabe o motivo e quando se tem o fora em questão. Ficar supondo que tenha sido um fora e que talvez tenha sido por um determinado motivo é brincar com o coração das pessoas.

Sim, eu sei que mulheres também fazem isso e acho que a atitude é tão indigna quanto à do homem. Vou começar uma campanha pelo "Fora direto já!". Vamos incentivar as pessoas que querem terminar um relacionamento a fazê-lo da melhor forma possível, deixando claro para a pessoa que o romance acabou e os motivos para que isso acontecesse.

Eu já aderi. E você?

7 comentários:

Viviane Tassi Brabos disse...

Tati, isso se chama falta de respeito. Os homens acham que só nós, mulherzinhas sentimentais, sofremos por amor, mas o que é deles está guardado, e pode ter certeza, que seja com uma namorada, esposa, ou até mesmo a filha (sim, porque homens sem vergonha, cachorros tem filhas, preste atenção nisso), eles ainda vão sofrer por amor.

Bjo

Isabela Bonfim disse...

Eu apóio a campanha, hehe.. bjssss

Paulinha disse...

é, é falta de respeito mesmo... mas também é mta covardia... mtos homens fazem isso porque são moleques e não caveiras!!! hahahaha...

Dá vontade de sair gritando "meninos, a gente aguenta o tranco, pode dar a bota!"

Oficina Chic disse...

concordo totalmente com a sua campanha, colocar um ponto bem claro é a melhor coisa!
beijinhos, gabi

Maria Julia Faria disse...

eu apoio! antes saber na lata o problema e acabar com isso logo do que ficar se lamentando o por quê do sumiço! e a gente tende a sempre colocar a culpa em nós mesmas né?! o que será que NÓS fizemos de errado...e vai ver o problema são eles mesmos!!!

BEIJOSSSSS

Dani disse...

Eu não gosto de enrolação. Se estivesse nessa situação ia chamar o dito cujo para uma conversa, pois é um direito nosso saber o que acontece, não é mesmo? O relacionamento é feito por dois..."Me dê o motivo certo para detestá-lo, por gentileza".

Jacqueline disse...

POis é menina é tão complicado, seria tão bom se eles dissessem logo o que aconteceu e pronto é foda ficar pensando o que foi que deu errado, foda mesmo!

Apoio a campanha rs!