sábado, 8 de janeiro de 2011

Ca$amento:a saga

Quando eu era mais nova eu dizia para todo mundo que eu teria O casamento. Para o meu pai eu dizia que teria uma festa com tudo o que eu tivesse direito e ele, super realista, dizia que eu tinha tudo o que eu tivesse dinheiro. Pois bem...o tempo passou e eu não tive nada do que eu tivesse direito e nem dinheiro, simplesmente porque eu NÃO me casei. Ainda.

Só que eu entendo do assunto: ajudei amigas nos casamentos dela e, bem, eu ainda sonho com a minha festa de casamento, então eu estou por dentro do mercado. E que mercado. A indústria do casamento movimenta milhões e milhões de reais anualmente. (Nossa, me senti a Ana Paula Padrão falando assim) E a coisa só cresce. Foi-se o tempo em que as pessoas iam na igreja, falavam o sim, cortavam um bolo e pronto. Hoje a coisa virou evento que não se monta em menos de um ano. Bom...eu quero ter pelo menos um ano para correr com calma quando for a minha vez.

E as opções são enormes: casamento na igreja, na fazenda, na praia, no mar. O céu não é mais o limite. O limite é aquilo que existe na cabeça dos noivos. E olha que existe imaginação fértil por aí.

O que eu quero dizer neste post é que eu acho que a coisa não precisa ser megalomaníaca. Um homem falou comigo hoje sobre custos do casamento e disse que é a parte mais dolorida da coisa. Não acho. Sabendo fazer e tendo tempo, a coisa não sai tãããão cara assim. Tenho um livro em casa que eu comprei sei lá quando e sei lá o porquê, chamado "How to save pennies on your wedding" e achei as ideias apresentadas lá o máximo! Eles ensinam a reduzir custos aparentemente impossíveis de reduzir!!

Eu até pensei em contar aqui como imagino o meu casamento...mas de forma diferente daquele post antigo. Acho que nem sei mais se quero me casar na igreja. Pensei no casamento do Brad e da Jen Aniston, num campo...coisa linda!!

Vamos ver o que me reserva a vida,né?

PS: Gente, não importa o preço do casamento...desde que antes dele eu tenha um Tiffany no dedo de noivado...

2 comentários:

Paulinha disse...

Hahahahaha...
É, Tati, casamento custa mto caro... e Tiffany... bom, ouro é sempre ouro, né?
Realmente, o céu é o limite... mto difícil fazer casamento barato hoje em dia se for seguir os padrões!
bjs

Dani disse...

Eu quero um mini wedding com direito a ensaio fotográfico da Sharon Eve Smith. E só... :) Eu quero o mini pq só quero as pessoas próximas... Não quero abraçar desconhecidos na minha festa... ¬¬ Sou chata mesmo, e daí?! rsssssss

Beijos.