terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Entre 4 paredes...

Domingo fui com a Lene assistir "De pernas pro ar" e recomendo super o filme. A história é hilária, as atrizes maravilhosas e o filme rende dor de barriga de tanto rir. E fala sobre sexo, mais na visão das mulheres e com perfis diferentes. Saímos do cinema discutindo o assunto,claro, e conseguimos rir ainda mais.

Conversa de mulher é sempre engraçada. A Lene e eu somos pessoas que são diferentes das demais...começamos tarde a sair com os caras (se é que me entendem), mas temos boas e divertidas ideias para melhorar a relação.(Não vou falar quais para não entregar o ouro e em respeito ao meu pai) Genericamente falando, discutimos a ideia dos homens em levar duas mulheres para a cama.Comigo, amigos, não rola. Eu sou ciumenta e possessiva demais para dividir homem meu. Nem com a melhor amiga. Aliás, muito menos com a melhor amiga! Primeiro porque não divido namorado nem a porretada e segundo porque não tenho a menor coragem de beijar uma mulher, que dirá o serviço completo!

A gente ficou confabulando de onde o homem tira essa ideia e não concluímos nada. Nada além da fantasia de ver duas mulheres juntas. (ECA!) E acho que é por isso que a Playboy da Fani e da Natália fez tanto sucesso. Eu vi num jantar entre amigos. Um dos caras tinha e a mulherada viu. Achei nojento...não faz a minha cabeça.

Fiquei pensando no que vale entre 4 paredes...tudo? Tudo com exceções? Tudo desde que seja negociado? Ou para o sexo não existem negociações? Minha conclusão: vale tudo entre 4 paredes...tudo que o casal quiser que aconteça, claro. E eu disse o casal e não uma das partes...

7 comentários:

Claudia disse...

Vale tudo que não seja ilegal e com consentimento dos dois, rs. Mas que tem coisa beeeem esquisita, tem.

Déborah disse...

Vi o filme no Domingo e amei também!

Eu acho que vale tudo desde que ambos concordem.

Paulinha disse...

É, então... tudo é possível. E as pessoas são estranhas...
Mas eu sou da filosofia de que terceiras pessoas e animais não entram! Hahahahahah...

Acho que é a fantasia da abundância, sabe? Aquela coisa do harém, de ter uma pessoa em cada parte do corpo...

Tb acho nojentoso. Sou hetero convicta, Tati... não dá.

Vall disse...

Acho que vale tudo que faça o casal feliz, que estejam de acordo e que ninguém saia machucado, seja: fisicamente ou psicologicamente. Quanto a mim, não sou tão moderna, acho que vale tudo + só eu e o amado, esse negócio de dividir não é comigo não, nem dividir e nem ser dividida, só entre dois mesmos. Beijos e Sucessos!

Jenny disse...

Ichi minina, tem homem que mal satisfaz uma imagina então duas...nem dá.
Já dizia meu vô, carro e homem não se empresta.

super beijo

Dani disse...

Eu quero dois homens... um me fazendo cafuné e o outro massagem no meu pé. ¬¬

Mereço! hahahaahahaha

Paulinha disse...

Tati, mandei um email pra vc sobre um post colaborativo com o RDN (no spoilers... rsrsrs...)! Encaminha pra Claudia pra mim, please?
Bjos!