sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Eu me amo....mas tem gente melhor!

Como bem disse a Clau, do Vaquinha Gertrudes, o nosso espaço vira e mexe tem barraco. Acho isso ótimo e não é porque eu gosto de polêmica; é porque eu acho que isso tudo faz a gente pensar. E é por isso que eu não modero mais os comentários: primeiro porque é impossível eu ficar aprovando um por um tendo uma vida mega corrida e segundo porque eu gosto quando as pessoas escrevem. E tem gente legal, que deixa apelidos e tudo mais. Mas também tem gente que "não sabe brincar". Para essas pessoas, vai o recado: quer ofender, ofenda...mas tenha coragem e deixe nomes. Já tivemos uma vez um barraco e a pessoa foi super digna de colocar o nome dela. Resultado? Vira e mexe trocamos emails super amistosos! E viva a civilidade!

Enfim...um dos anônimos, leitor fiel porque ele diz que sempre nos lê, me chamou de fútil, disse que vivo em uma bolha e que me acho demais. A coisa funciona assim, querido anônimo: eu não me acho. Eu me amo,claro. Me acho bonita e sei que chamo atenção das pessoas quando me arrumo. Mas...eu não sou a pessoa mais bonita do mundo, nem a mais inteligente e muito menos a mais rica. Eu brinco que, do grupo de amigas de infância, eu sou a mais burrinha. Sim...todas elas sempre tiraram 10 em matemática e eu,3! De longe eu não era a mais inteligente.

Bonita eu sei que eu sou. Me arrumo e me cuido para isso. Mas não. Eu não sou a mulher mais bonita do mundo. Tem muita mulher - e não estou falando de celebridades - que dão banho em mim. Eu sou baixinha (1,58) e isso é algo que me incomoda profundamente. Tá certo que um salto resolve, mas isso é algo que me incomoda. Gostaria de colocar silicone. Queria uma barriga mais definifa. Então, leitor anônimo, eu não me acho. Aliás, eu não me acho, eu sou. Eu sou tanto quanto minhas amigas são e até mesmo você é. Cada um é diferente à sua maneira e isso é a graça da vida.

Não vivo em uma bolha e faço tudo o que me sugeriu: leio vários livros por ano (dos mais idiotas às biografias), leio jornais diariamente, frequento um centro espírita desde os meus 7 anos (se você tivesse lido o blog inteiro saberia disso) e já fiz vários trabalhos voluntarios. Minha bolha estourou faz tempo! Meus pais são separados, não me relaciono bem com a minha madrasta e já chorei muito por isso. Minhas irmãs e meu irmão são pessoas super importantes na minha vida e é uma pena que não possa conviver tanto com eles. Sinto falta disso. Mas...coisas da vida.

Acredito que a gente colhe aquilo que planta e o fato de ter sido arrogante quando era mais nova está me fazendo penar agora (já falei sobre isso). Sou humana...eu erro, mas eu acerto também. Errei ao me envolver em uma história complicada, mas acertei quando expliquei essa história e criei esse blog. E por quê?

Porque ele é exatamente um retrato daquilo que eu sou: humana, com qualidades e defeitos, mas que sempre tenta explicar ao mundo os motivos das sua ações.

13 comentários:

Paulinha disse...

Tatinha, continuo sendo sua fã! Seus posts me divertem horrores!
Eu tb acho que as diferenças somam e fazem a gente parar pra pensar.

E justamente pq eu não gosto de ter amizade com mosca-morta q eu não curto isso de ser anônima... falo mesmo.. se a pessoa for gostar de mim, vai gostar pelo q eu sou, não fico fingindo. Maior perda de tempo isso...

Força na peruca, Tati!!!!
bjssssss

Celi disse...

Ola!

Normalmente esses anônimos não fazem criticas construtivas, mas em todo caso, acho legal vc ter respondido aos questionamentos dele..Mas não se preocupe muito com o que os outros pensam não... veja se ele achasse vc tao fútil ele iria acompanhar um blog escrito por uma pessoa fútil?
kk
Acho que deve ser um admirador secreto isso sim!

Beijos

Celi

wwww.casanovaeagora.wordpress.com

Visite tb o www.frescurisse.blogspot.com

Daniela Freitas disse...

Bom, li rapidinho os últimos posts pq tô numa correira danada, mas oq posso dizer sobre, é:
Sim, falta alguma coisa para o homem que trai: VERGONHA NA CARA! Mas por outro lado tbem não se pode eximir 100% a culpa de uma mulher q sai com um cara SABENDO q ele é casado/comprometido. Se fosse o meu caso, claro, meu marido teria culpa, mas também eu não sairia com a fulana para tomar um chá!! Faça-me o favor! Fato é que na teoria é sempre mais fácil a gente falar né?!! Depois q me casei mudou muito a visão q eu tinha sobre traição, família, etc...eu acho q se acontecesse comigo, não sobraria pedra sobre pedra, kkkkkkkk
bjs Tati

Fernanda disse...

Bom, Tati, eu poderia escrever um comentario gigante dizendo o que eu acho, mas nem precisa: eu concordo 100% com o que a Claudia escreveu no Vaquinha Gertrudes.
Para mim, quem tem culpa é quem quebrou o compromisso que tinha e ponto final. Botar a culpa "na outra - aquela vaca" ou "na mulher que não deu assistência" é puro machismo.

Claudia disse...

Oi Tati, espero que você não tenha entendido como uma crítica o comentário sobre barraco, eu só quis dizer que quanto maior o sucesso de alguém e lógico, quanto mais visibilidade o blog, mais pessoas vão aparecer para criticar.

Eu só sei que hoje em dia não acho isso saudável. Antes eu abria tudo, discutia, etc, mas aí percebi que as críticas nunca eram construtivas. No Vaquinha só tivemos duas confusões- uma era meio bobinha, relevei, mas a outra era hater então decidi sim moderar e não deixar anônimos postarem. Resolveu tudo e as pessoas que comentam nem sempre concordam comigo, mas fazem comentários inteligentes, interessantes e construtivos. O blog ficou bem melhor, mais civilizado e divertido.

Não digo que é isso que você deve fazer, lógico, se isso te faz bem, mas que não tem nada a ver com ter uma vida corrida. Afinal, eu também tenho e modero- toda vez que tenho uns 5-15 minutos para entrar no blog eu aprovo os comentários, simples assim...é só uma opinião de quem acha que vc não merece ouvir desaforo que envolve sua filha. Bjs, querida.

Paulinha disse...

É, Tati, pra não ficar repetindo mil vezes... eu até fiz um post sobre isso pra Claudia lá no RDN, olha:
http://rodasdenotape.blogspot.com/2010/12/ganha-mal-mas-se-diverte.html

Dependendo do seu "estômago" e do estilo que vc quer dar pro blog, às vezes tirar a opção anônimo é uma boa...

Ouvir desaforo de mãe e de filho ninguém merece!
bj

Alexandre, não O Grande, mas dou trabalho!!! disse...

Querida Tati,

Só de expor sua vida e externar seus pensamentos em um blog, já demonstra sua coragem e maturidade. Vive em uma bolha quem mais alfineta do que abraça...

A propósito, em seu post "Piada do dia", o rapaz foi muito cara de pau, mas extremamente criativo, vi a resposta dele lá, você viu?

Beijos,


Alê.
http://homemponto40.blogspot.com/

ciça disse...

aff, ninguém merece esses anônimos malas...

O pior de td é que eles esquecem que td na vida é dependente do livre-arbítrio: Para ser legal ou não, para trair ou não, e para ler um blog ou não...

Não gostou, some, não lê mais, né??

Ê povinho, viu, Tati!!

Não perca mais seu tempo e nem seus posts se justificando à esse tipo de comnetário...

Bjos, querida.

Um 2011 espetacular para vc e sua filha linda.

Ciça

www.pilatesforhealth.blogspot.com

Alexandre, não O Grande, mas dou trabalho!!! disse...

A propósito Tati, já que ficamos de bem, os mimos chegarão ou não aqui em casa?

Beijos,


Alê.
http://homemponto40.blogspot.com/

Gabriela disse...

Essa de ter sido arrogante e agora está pagando por isso eu não concordo.
Eu acho que para uma pessoa ser levada a sério ela tem que se achar mesmo, não ser humilde em suas qualidades... E a dinâmica do relacionamento funciona assim: quem se humilha pelo outro sempre é tratado mais.

O que pode ter acontecido é que, de menina segura de si você passou a ser uma mulher insegura que supervaloriza os homens. Valorizar tudo bem, mas supervalorizar não. Coloque uma coisa na sua cabeça: homem não gosta de mulher fraquinha e insegura.

A mulher ser arrogante enquanto está conhecendo um futuro namorado é importante. É preciso que este homem te prove que quer um relacionamento sério, e isso leva tempo. Por favor, volte a ser segura de si e deixe que esses homens te provem o que querem.

Se o que ele te provar for sexo e você tiver afim, ótimo. Mas lembre-se: as regras do jogo são dadas no começo do jogo. Nunca ouvi falar em um jogo em que as regras mudassem no meio ou no final.

Feliz 2011!!

Camila disse...

Tati querida........
perdi o endereço do seu outro blog, qual que é???
Beijooooooooos
Mili
www.milipavan.blogspot.com

Gabi de Davi disse...

Tb amo essas polêmicas, mas o ideal seria q os anônimos se identificassem, tivessem um blog né? Falar é facil, mas quero ver expor a vida de modo real, com beijos e tombos na net como vc faz... Isso é mto difícil pq aqui escrevemos e expomos o q der na telha. Posso estar numa fossa terrível e escrever q ganhei na loteria. E quem vai desmascarar??
Então minha amiga vc esta totalmente apoiada! E viva las diferencias!

bjo!

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado