sexta-feira, 25 de março de 2011

Como fica??

Há um bom tempo atrás eu tive uma pessoa que lia nosso espaço que era bem interessante. Acabamos, vez ou outra, trocando uns e-mails e conversando. A pessoa me disse que tinha passado por um relacionamento marcantes, mas que por um motivo que hoje eu não me recordo, estavam separados. Essa pessoa estava namorando uma outra, mas disse que nunca mais conseguiu se entregar 100% a ninguém porque ela ainda pensava naquela primeira pessoa. Entenderam? Com nomes fictícios... João amava Maria, mas não ficaram juntos. Maria foi embora (de país, inclusive) e João começou a namorar Ana. João namora Ana há anos, mas ainda pensa na Maria. Faz muito tempo que não falo com essa pessoa e gostaria de voltar a trocar algumas ideias com ela. Se você ainda for leitor (ou leitora) do blog, comente como sempre comentava. Vou saber que é você. Queria saber a que pé anda a sua história.

Colocando isso em um universo maior...será que realmente existem histórias que nos marcam a tal ponto de nunca mais sermos os mesmos? Será que, por mais que o tempo passe, os anos passem, a gente sempre vai ter uma pessoa que vai ser aquela que vai nos dar frio na barriga forever? Sinceramente, eu acredito nisso. Acredito que podemos ser felizes com um outro alguém, mas que lá no fundo do nosso coração, a gente vai ter um amor especial que vai fazer nosso estômago pular cada vez que a gente lembra dela. E, por mais felicidade que exista na vida, a gente sempre vai querer encontrar essa pessoa e ficar junto dela.

Será que isso faz parte do ser humano? Nunca se contentar com o que tem? Sempre querer mais? Ou será que só queremos o simples...ser feliz?

E você, pessoa que sumiu, como está? Finalmente nos braços da pessoa R.? Ainda tento achar no Google pra você...

7 comentários:

Jacqueline disse...

Nossa como eu amo esse blog! Sabe eu sinto isso, tem uma pessoa que eu sei que não me ama mas eu o amo e isso é incrivel pq eu me afasto só que meus pensamentos são dele. E sim mudou a minha vida não consigo ter raiva por ele só carinho. Mas por outro lado sei tb de uma pessoa que eu marquei pois hoje ele esta casado mas sempre manda mensagens para o meu celular dizendo que não me esqueceu q sou linda e sincera, nunca eu o respondi, leio todos , guardo, mas nunca respondi para não da esperanças, mas ele sempre mandou as mensagens a mais de 2 anos ele faz isso, sem resposta minha. Então nós somos marcados e marcamos as pessoas sim! bjos sua linda adoro seu blog!

Anônimo disse...

Olá !
Acreditava que sempre tinha um amor antigo, que não foi resolvido, achava que amava essa pessoa, sempre que ouvia o seu nome ou lembrava dela vinha aquele friozinho na barriga. Casei e nas vesperas do casamento ainda achava que amava aquela pessoa. Pois bem, descobri, que quem faz o amor, somos nós, e poderia até ter amado aquela pessoa, mas descobri que amava ainda mais a pessoa com quem casei, e para tirar a prova reencontrei com aquele antigo amor e constatei que era a verdade , podia até sentir carinho, mas o amor ja era da pessoa com quem eu casei e que queria me fazer sempre feliz !!
Beijos

Camila disse...

Ai um amor se esquece com outro amor!!!!! Pode ter ctz que essa pessoa est'a feliz da vida e rindo da situa'c~ao onde achava que gostava de outro, rs. Minha opiniao, ok?
Beijos da Mili
www.milipavan.blogspot.com
PS: Estou sem acentos!

Paulinha disse...

Ai, Tati, pior que eu acho que não, sabia?
Acho qeu um dia, lá na frente, qdo essas duas pessoas baterem o carrinho de supermercado e começarem a conversar vão ver que as duas mudaram e já não tem mais nada a ver...

Sei lá, eu acho isso.. rsrsrs...

Gabriela Rosa disse...

O amor tem ttas vertentes né?
Essa de trazer aquele frio na barriga..
Putz! É bom e ruim ao mesmo tempo.
O pior ainda é qdo o amado tb ama vc mas por causa dos acontecimentos da vida vcs ñ ficam juntos. Mas sou daquelas q deixo livre as pessoas q amo, se voltarem é pq realmente as conquistei.

bjs

Nai disse...

Tati,

Tem amor que nos marca de tal forma que nunca mais conseguimos ser os mesmos, sim.
Não sei se por medo de passarmos tudo de novo e acabamos sem nos entregar...
Ou porque simplesmente não rola. São tantos caminhos pra uma mesma causa.
Hoje eu prefiro ser amada, do que sentir um amor incondicional, porque esse me fez sentir até dores no corpo, me tirou a vida por um determinado tempo.
Há momentos em que até penso, mais treinei a mente pra não cair nessa armadilha porque a vida segue e a fila anda,rsss

Beijus

Núbia Oliveira disse...

Nossa, eu amo uma pessoa que terminou comigo há 5 anos e não consigo esquecê-lo, ele mora em ouyro país, nosso relacionamento durou 3 anos e foi a mais lidna história de amor que vivi. Sinto saudades, mas consigo amar outra pessoa.

adorei conhecer o blog. bjs