terça-feira, 5 de abril de 2011

Cantinho POLÊMICO do leitor POLÊMICO

Fazia tempo que não entrava polêmica no blog. Lá vamos nós para mais uma. Eu recebi esses dias (ontem para ser exata) um e-mail de uma leitora de longa data pedindo um conselho e autorizando a publicação da história dela no blog. Ela mesma sabe que pode ser que seja apedrejada.

A história é simples: o irmão dela tem um grande melhor amigo. Daqueles que vivem grudados. A leitora, que vamos chamar de F, nunca tinha reparado nesse cara até dois meses atrás, quando tudo começou. O início de tudo foram trocas de olhares e comentários com a cunhada dela, que alertou: cuidado, ele é casado. Fato é que a moça descobriu que ele era casado, mas muito mal casado.

Um dia, em um samba, a troca de olhares se intensificou e um beijo aconteceu. Um beijo proibido e que deixou gosto de quero mais. O quero mais aconteceu e não foi apenas uma vez. Foram várias vezes. O casal proibido tem se encontrado há cerca de dois meses, com frequência de uma vez por semana, pelo menos.

A F me perguntou se tudo isso vale o risco, uma vez que o cara pede a ela que não se apaixone e que procure outros caras para sair, mantendo esses encontros às escondidas, claro. A minha resposta: Vale o risco? Acho que não, amiga F. Você já tem a resposta que procura. O cara não quer nada além de cama e acho que, depois de um tempo de convivência, a coisa começará a apertar. Acho naturalíssimo que acabe rolando um envolvimento. Também acho errado que estejam saindo apenas para curtir quando, na verdade, o cara já escolheu a mulher com quem deveria se divertir para o resto da vida (ou até que se separe...).

Mais uma vez entramos no quesito da traição. Acho super complicado julgar, mas acaba sendo errado o que os dois estão fazendo. Ele não se apaixonou por F, apenas vive uma fase ruim e quer alguma coisa que seja a válvula de escape dele. Não é certo. Ele que se decida por terminar o casamento e aí sim viver a vida ou consertar com a mulher o que está ruim.

Mas... está aí, F...coloquei a sua história e vamos esperar o que dizem nossas fieis leitoras...e leitores!

15 comentários:

Mi disse...

coitada, ela deve cair fora logo antes de se magoar.
otima semana
beijinhos

Flávia Lourenço disse...

Historia complicada que pode acontecer com qualquer uma de nos, concordam?? Será que, derrepente, ela nao estaja curtindo mais que ele essa situção?? Claro que nao é bom pra ela. Eu acho que se ela quer msm tirar uma onda com essa situção, pelo menos por enquanto, que curta com cuidado, que curta msm, afinal quem nunca fez uma loucara que atire a primeira pedra! rs... (EUUUUU!!! rsrs) Espero nao ser tao julgada tbm com minha opinião...rs...

Paulinha disse...

Desculpa a sinceridade (eu tb não tenho dó nenhuma de quem sai com homem casado... manchando o nome da corporação...), mas essa menina é completamente sem noção. Ou ela simplesmente se recusa a ver o óbvio. O menino já não falou pra ela não criar expectativas??? Tem mtos caras cachorros que não falam isso, mas expressam de mil formas. Se falando isso na cara ela não entende, do que ela precisa pra entender? Que ele grite pra ela "EU SÓ QUERO COMER VOCÊÊÊ"??
Desculpa, Tati, mas não tô sem paciência pra destruidoras de lares hj! hahahahaha...

martinha disse...

que situação ein? Mas como na vida a gente nunca deve fazer aos outros o que não qeremos que faça conosco, acho que sua amiga F deve deixar de sair com o cara, e partir para outra afinal o cara já é comprometido. Beijo e té+

Daniela Freitas disse...

O que eu acho mais engraçado é sempre essa história de "muito mal casado" kkkkkkkkkk!! É o que todos falam, mas ngm sabe o outro lado da moeda!Acho q se ele fosse tão mal casado assim não estaria com outra só pra transar! Para a sua leitora tenho só um exemplo a dar: uma das minhas melhores amigas teve um caso desse de CINCO ANOS com uma cara muito "mal casado", no final ele até se separou, só q não ficou com a minha amiga, arrumou uma outra namorada e essa ele assumiu pra td mundo e minha amiga entrou com a bunda e ele com o pé! É isso!

Nai disse...

Mal casada nesse enredo é a mulher do cara,rs.
Gata
Bota esse aí pra correr, se ele não o fizer faça você. Pense no tempo em que esta perdendo em dedicar algumas horas do seu dia e o seu corpinho com alguém que não vai segurar tua mão em público e te chamar de MINHA.
Corra gata, corra!

Isabela Bonfim disse...

Respondendo à pergunta: não, não vale o risco. Todo mundo vai sair machucado..

ciça disse...

Independente do cara ser legal ou não, da mulher atual ser chata ou não e do pé em que o casamento está, eu tenho um lema:

"Não faço para os outros o que não gostaria que fizessem para mim".

Eu não ia gostar de passar por isso, acredito no "segredo", que o universo conspira a favor das nossas atitudes, idéias e ações, portanto, não quero atrair isso pra mim, e ia cair fora rapidinho.

bjos, tati!

CRISTIANO BASS disse...

Qual dificuldade vcs veêm nessa relação? O que precisa saber mais p provar que ela está numa furada? como uma colega ae já disse todos vão sair machucados, se ele largar a atual esposa , ela pode até sair bem por enquanto, mas já ganha o titulo de "OUTRA"" AMANTE" DESTRUIDORA DE LAR" ETC, e quem prova que após a relação dos doispassarem um tempo ele não vai fazer o mesmo com ela?
e ela tbm não terá moral com outros homens pois já vai estar queimada com a fama , de vadia que ela tera que viver numa mentira p ganhar o respeito de alguem escondendo talves a vida depravada dela.

Vanusa Rocha - Blog Bonequinha de Luxo disse...

Tati, não estou aqui para julgar comportamento de ninguém, todos temos telhado de vidro, mas nesta situação, acho que ela vai se magoar, eu posso ser chamada de careta, pois acho a fidelidade muito importante num casamento ou em qualquer relação, seja namoro ou até amizade, prezo muito este sentimento, e tá na cara que ele não quer nada sério, até prediu para a garota não se apaixonar rsrsrs, querida F, pule antes que o barco afunde, pois vc irá se afogar e talvez, "ele" sobreviva, pois as mulheres em relação a sentimento é muito mais sensível, bjs Va.

Cami disse...

Bom, eu concordo com o cometário que "Não faça pros outros o que você ão gostaria que fizessem com você"...é muito mais fácil ser sincero e realmente, se o homem quisesse não haveria doença/dinheiro/filho ou situação que o prenderia com a esposa. O fato é que: se ele não assume é porque não leva a pessoa a sério. E o melhor é cair fora antes que seja colocada pra fora da situação a força. Não tem como essa historia dar certo. Que confiança ela teria nele se um dia viesse a casar com ele? Eu não teria..na minha abeça ficaria sempre a ideia que ele pode estar por ai a caça de outra!

Tati disse...

F querida, sai dessa, com certeza lá fora está cheio de homens SOLTEIROS, que estão prontos para ter um relacionamento legal sem esse tipo de dor de cabeça...

beijos
Tati

Monica Tinoco disse...

tenho uma amiga no mesmo caso da dani aí de cima..o cara se separou e não ficou com ela ..ela ficou frustrada...e isso é o que mais acontece, pq se ele quisesse realmente ficar com ela, se separaria!!!

bjokassssss

http://papinhodeloira.blogspot.com/

Carol M disse...

Bom, acho que o tema se relaciona ao seu outro post, sobre certo e errado.

E, racionalmente falando, é óbvio que é roubada.

Mas as coisas não são exatas e a gente nunca escolhe o cara com quem quer sair de uma forma pensada. Escolhe se entra ou não na situação.

E a gente falha mesmo às vezes, ué, às vezes por um minuto, mesmo que nas outras 23 horas e 59 minutos saiba que não deve.

Agora, a questão é ter consciência da situação.

O primeiro lado é que o cara pode ser péssimo marido, mas é honesto com a F. Deixa claro que não vai mudar de vida por ela.

E, se a F, mesmo assim, tem dúvidas se sai ou não da situação, significa que não vai adiantar muito nossos vinte mil conselhos de "saia".

Sem condenar ou ter dó, espero que a F consiga comprar batom novo e sair pra bater papo com as amigas, livre e desimpedida pra algo mais completo.

Carol M disse...

Hum, em tempo: tbm acho o fim esse papo de mal casado...

E a naturalidade como homem casado chega na gente em mesa de bar, como se ter aliança ou morar com alguém fosse detalhe.

Nessas horas, gosto muito de não ser casada e saber que não sou enganada. Mas mexe um pouco com minhas perspectivas saber dessas coisas.