quarta-feira, 20 de abril de 2011

Certo e Errado...

Vira e mexe fico me questionando como a gente classifica uma coisa como certa e a outra como errada. Quem será que, lááááááá no começo do mundo, determinou que seria certo escovar os dentes três vezes ao dia, mas errado lavar o cabelo três vezes ao dia? Quem disse que roubar o dinheiro público é certo (???), mas roubar um pedaço de carne para matar a fome é errado? Acima de tudo isso, será que o que é certo para mim é o mesmo para você? Ou o contrário...algo que você considera errado para você pode não ser pra mim?

A resposta é simples: eu não sei. Acho que temos os certos e errados que foram convencionados pela sociedade e o que sai da premissa que nos passaram acaba sendo...errado. Digo isso porque tenho ouvido histórias não só de relacionamentos, mas de trabalho e de vida num geral e comecei a me questionar se o certo para essa ou aquela pessoa não seria quebrar as regras da sociedade e partir para um caminho errado. O raciocínio é simples: tem alguma coisa na sua vida regradinha que parece não estar bem? Joga tudo para o alto e recomeça. Recomeça sem medo do que as pessoas vão dizer, sem medo do desconhecido. Namora um cara que você sabe que não é o cara para você? Saia da sua zona de conforto, dê um pé na bunda do cara e viva...outros homens virão. Não sabe se o que você estudou na faculdade por anos é o aquilo que quer da sua vida? Peça demissão e faça aquele curso de arte que você sempre sonhou e vire ator.

A vida precisa ser vivida. Nossa passagem aqui é breve então precisamos valer a pena. A luta de todos os dias é para que a gente aprenda a ser feliz e a evoluir para que, depois da nossa passagem pela Terra, a gente vá sei lá pra onde (oi Deus...espero que eu vá para o céu,tá?) com um pouco mais de experiência e aprendizado do que quando nascemos.

O que eu quero dizer com tudo isso é que, certo ou errado, precisamos viver.

6 comentários:

Paulinha disse...

Gostei, Tati... acho que, no fundo, qdo a gente para e faz um silêncio, a gente sente o que é o certo a ser feito.
Gostei do post. Realmente, a gente tem que arriscar e lutar pela nossa felicidade!
bjs

Oficina Chic disse...

As vezes eu acho, que o certo e o errado em certas situações não existem.. Eles variam de acordo com o seu pensamento e as suas escolhas. Tudo muito complexo, hihi
Beijinho, Gabi

Lari disse...

Parece que esse post foi feito para mim... rsrs
Estou numa fase profissional estável em que tenho futuro na carreira atual mas que eu DETESTO e tenho medo de trocar o certo pelo duvidoso, me arriscar em algo que eu não conheço e que não tenho certeza assim de que será o melhor para mim.
Acho que na verdade o meu certo não é o seu certo mas nós podemos chegar num meio termo para fazer um "meio-certo" bom para as duas partes.
Bjus!

Winnie disse...

MENINAAAA TEM SORTEIO LÁ E SERIA UM PRAZER MANDAR ESSE PRESENTE FOFO PRA VOCE QUE ME INSPIRA E EU ADORO VISITAR ENTÃO ENTRA LÁ http://WWW.PIRADADOIDAPORSAPATOS.BLOGSPOT.COM E SE DER DIVULGA O MEU SORTEIO!!!

Carol M disse...

Confesso que esse tema mexe muito comigo (e obrigada, Tati, por isso..é bom!).

Tento não dizer o que é certo e errado para os outros, mas, para mim, sempre crio linhas do que acho certo e do que acho errado (do que tem a ver com meus valores e do que não tem).

E sabe o que acontece sempre? Algo vem, não altera meus valores centrais, mas me ensina que, no fundo, certo e errado existem sim, mas não são valores absolutos.

Quem disse que um emprego pomposo lhe trará mais felicidade que algo mais simples?

Quem disse que a gente é errada por se apaixonar por quem não deve?

Quem disse que todos os relacionamentos precisam ser iguaizinhos e tradicionais: namoro - planos - casamento - filhos? às vezes a gente inverte a ordem dos fatores ou até os elimina e, no fim, é porque tinha que ser assim.

Ufa, é isso. Adorei o post e me empolguei um tico.

Bjs

Tati disse...

Oie amigaaaa, que saudades de vc!!!!!!

Adorei o post, amiga!mas tudo depende da situação para dizer se é certo ou errado, o certo as vezes parece tãooo errado né?
Um beijãoo
Tati
www.phinerrima.blogspot.com