segunda-feira, 11 de abril de 2011

Tristeza...

Calma povo...não aconteceu nada, antes que pensem em alguma desgraça! O título do post é um horrorosa homenagem ao nosso sistema público de saúde. Explico.

Tenho uma grande amiga que está sem convênio médico. Ela tem um filha pequena, que estava com pneumonia e precisou ser internada. E aí, aonde elas foram parar? Em um hospital público. Fiquei morrendo por dentro quando essa minha amiga me contou que dormia em uma cadeira ao lado da filha. Uma cadeira!!! Absurdo isso.

Fico pensando em quantas e quantas pessoas precisam de um tratamento adequado e não conseguem porque aqui no Brasil temos que pagar para ter remédios e cuidados...Isso é muito triste! Saúde precisa vir sempre em primeiro lugar e não é à toa que a gente paga impostos. 

Não tenho palavras para expressar a tristeza que sinto vendo uma grande amiga passar por isso, com um bebê de 10 meses. Tenho a Madu que foi internada com infecção urinária com a mesma idade da filha da minha amiga e fiquei aliviada por ela estar no Santa Catarina, na ocasião. Tivemos tratamento de rainha. 

Enquanto isso, milhares de pessoas ficam aí...jogadas e dependendo da boa vontade dos outros. Que quase nunca existe...

8 comentários:

Isabela Bonfim disse...

Tati, entendo sua indignação, tb acho um absurdo não termos um sistema de saúde decente. Espero que a bebê fique boa logo. Bjos

Nai disse...

Eu fico muito triste com essa situação. Mesmo com Amil, tive estress quando precisei retirar um tumor.
Quando meu filho ficou internado 15dias eu vi o quanto é necessário um plano de apartamento, você já esta com o emocional em frangalhos e pelo menos um pouquinho de conforto nessas horas é essencial.
O tanto de dinheiro que é arrecadado com impostos não justifica esse desleixo com a saúde pública. Morro falando que esses políticos deviar viver como POVO (utilizando, saúde, transporte, alimentação, educação para seus filhos e moradia) pelo menos uma semana por mês!

Beijus

Gabriela Rosa disse...

Apóio vc amiga..
E agora trabalhando na área vejo o qto ela é deficiente. E o pior vc ñ sabe: há verba para a melhora! Essa grana só é mal empregada.. O q falta são profissionais capacitados para administrar tudo isso, mas é uma reforma gde demais.

Estou em orações pela melhora da bb... Se puder passa o nomezinho dela.

Bjs

Vivi aninha: disse...

que triste mesmo... meu marido ganha pouco. mas graças à Deus tem um convênio e que nos salva sempre.
Besos, besos.
http://vivi-aninha.blogspot.com

Luh - Diário de Uma Consumista disse...

É, Tati!

É muito triste mesmo depender da saúde pública nesse país. É uma vergonha! É tanta coisa absurda que a gente vê!

É uma vergonha a gente pagar tantos impostos e na hora que precisamos de vdd, não temos direito a nada.

Esse país cada dia mais me decepciona!

Beijos!

Lari disse...

Bom, eu fiquei desempregada ano passado e consequentemente sem convênio médico. E foi justo na época em que eu fui viajar e quebrei o tornozelo. Pois bem, passei em 11 médicos ortopedistas (ONZE!) falando que estava com muita dor ainda, demorei 5 meses pra conseguir uma consulta no SUS e nenhum deles pediu uma ressonância magnética no meu pé pq é muito cara e ia custar muito para o governo brasileiro.
No fim, tive que pagar um médico particular e uma ressonância particular tb (que não são NADA baratos) para finalmente descobrir que além da fratura, eu tinha rompido os ligamentos.
Resultado: estou trabalhando só para ter o convênio médico da empresa e poder operar agora pq não fui tratada corretamente desde o início.
Boa sorte pra sua amiga!
Eu a entendo completamente!

Helena Pavan Guimarães disse...

Tristeza mesmo...nada pior que nosso sistema de saude....
Beijo e boa semana...
Helena

Paulinha disse...

O pior do nosso sistema de saúde não é ele em si, é q nossos impostos vão todos pros tiriricas, não sobra nada pra gente.
Realmente, eu chamo de sistema ÚLTIMO de saúde. Só vá pra lá se vc precisar MTO.