sexta-feira, 20 de maio de 2011

Quem julga um livro pela capa...dança

Não sei bem porque eu lembrei disso. Na verdade, sei sim. Hoje cedo peguei ônibus com um cara chato. Sabe aquela pessoa que quer puxar papo e aí não sabe como? Era esse. E, de verdade, eu não estava nada a fim de bater papo às 7h da manhã com um tiozão. Posso chorar??

Enfim..aí me lembrei de um caso que aconteceu há anos luz atrás, quando eu ainda estudava em campinas.O cara estava sentado do meu lado, super mal-vestido, fedido e por aí vai....e ele resolveu puxar conversa. Papo vai, papo vem (do cara,claro), descubro que aquele senhor super humilde....TINHA TRÊS FACULDADES (sendo uma fora do Brasil), falava SEIS idiomas, era PHD em sei lá o que e mais um monte de coisas que eu sei que eu, provavelmente, nunca vou saber o que são.

E aí, quando eu desci hoje do bus, pensei que julgamos muito as pessoas pela capa... não sabemos quem são, o que fazem e muitas vezes nem damos chance às pessoas. E aí? Aí que a gente dança...

13 comentários:

Isabela Bonfim disse...

Verdade Tati, me pego pensando nisso. As pessoas muitas vezes se aproximam da gente e quem perde a oportunidade somos nós.. Gostei do post.. Bjoss

Paulinha disse...

Verdade, Tati. Qdo eu participava de um projeto com mendigos eu conheci vááárias pessoas assim.
Conheci um engenheiro que tinha estudado no Mackenzie... tinha filho de médico, tinha tudo que vc possa imaginar. Descobri que a maioria dos mendigos (não sei se aqui em SP tb, mas na minha cidade) ia pra rua pq em casa a família não deixava beber. E acabava voltando pra casa cada vez menos... Triste, né? Curpa da marvada, na maioria das vezes.

Nai disse...

Eu não sou muito de julgar não sabe. Porque eu gosto de conhecer pessoas com realidade diferente ao meu cotidiano, sempre acrescenta.
Faço amizade até na fila do banco,rs
Bom fim de semana pra ti.
Beijinhus
Nai

Claudia disse...

Todos julgamos porque é nosso mecanismo de defesa. É saudável julgar, por um lado, porque estamos escutando nossa vozinha que diz "cuidado com esse" ou "pede ajuda pra esse". Acontece que tudo mudou tanto no mundo, que não sabemos nada sobre as pessoas nem quando as conhecemos, imagina então os estranhos na rua...o que a Paulinha disse é verdade. O perfil do morador de rua mudou, muitos tem histórico de classe média alta, mas foram parar nas ruas por causa de drogas ou bebida. Tb tenho conhecido muita gente que não "nasceu" na rua, mas hoje é sem-teto, sem nada.

Oficina Chic disse...

Realmente não podemos julgar as pessoas pela capa.. As vezes tudo é bem diferente do que imaginamos!
Beijos, Gabi

Afrodite disse...

Tb já aprendi que não devemos julgar ninguém pelo que aparenta...temos gratas surpresas ou decpções enorme com isso!
Beijo!

"::Vivian Marso::" disse...

Quantas vezes as pessoas perdem a oportunidade da vida de ser feliz, por tem esses pré-conceitos. rs

Gostei do post, e do blog tbm
Estou seguindo.

Beijos

Vivian Marso

http://vialiesmaltes.blogspot.com

Jana disse...

Nossa...verdade...
è porque vivemos num mundo de aparências...e vou ser muito sincera.....Quando pegamos os ônibus pela manhã e sentamos..."e um momento só nosso"....rsrsrsrsrs


BJs

Anônimo diferente disse...

Grande problema do ser humano.. Independente de classe social, ou ate educação.. É julgar o outro, é observar os erros e aponta-los.. Conhecem aquela frase neh.. Primeira impressão é a que fica.. Acaba sendo da natureza humana..

Acredito que é mto complicado Nao julgar. Mas devemos dar oportuniadades neh..

Abcs;

Anônimo diferente

Luciana De La Vega disse...

Olá!
Vim te avisar que fiz um post, lá no meu blog, sobre o teu blog.
Dá uma espiadinha.

http://loiradecorderosa.blogspot.com/2011/05/blog-que-eu-leio-como-agarrar-um-marido.html

Beijokas

Helena Pavan Guimarães disse...

Nao se compra livro pela capa com certeza!!!!!
Beijo e boa semana!!!!
Helena

Nathália (Ná) disse...

É verdade, quantas vezes julgamos, apontamos sem ao menos conhecer. Julgamos o livro pela capa, fiz isso muitas vezes, hoje não mais, a vida vai ensinando.

Thaís Redher disse...

POIS É ,VAI SABER SE O TIOZINHO NÃO SERIA O HOMEM DA TUA VIDA...
VOU CONTAR UMA HISTÓRIA :GENTE RICA,DE PRESTÍGIO NA CIDADE.E UMA DAS IRMÃS,TINHA MANIA DE FAZER FAXINA.TODOS DIPLOMADOS,(TEM ATÉ UM REPORTER NA tv QUE É IRMÃO DELA) E ELA COM MANIA DE FAZER FAXINA ,ARRUMAÇÃO ERA O LANCE DELA.VERGONHA PARA TODOSV MANDARAM DODORA PARA sampa para casa da irmã,em Pinheiros,bem casada, rica,e ta lá a irmã faxinando.Toca a campainha, um gringo,tocou no apê errado,mas...Amor a primeira á vista ,o cara milionário, e la foi embora a Dodora faxinar as casas translumbrantes que tem em cada pedacinho deste mundo,ela não perdeu a mania, e o cara, ama a Dodora ,com o lencinho na cabeça ,e espanador em punho,vai saber se não desce uma entidade e ela posa de faxineira.Estão casados, fazem 36 anos, e tem 3 gringuinhos lindos, o paìs mais gelado do mundo, quando é frio eles voltam para o Brasil.
Dodora e o Gringo continuam juntos,o mais inusitado ela não entendia nada que ele falava, nem ele o que ela dizia, foi com o tempo mesmo,hoje os filhos são homens feitos,parece-me que ja tem até netos.