sexta-feira, 6 de maio de 2011

Se apaixonar...

Na quinta à noite eu estava conversando com a minha amiga Ro sobre casos, affairs, amor, paixão...e a gente filosofou muito sobre o assunto. Fato é que ela e eu passamos por situações semelhantes, em momentos diferentes. Não, nada a ver com o Mr.Right. Estamos falando do momento atual mesmo. Ela se envolveu com um cara com o intuito de "curtir a vida" e acabou se envolvendo sério com ele (e ele não quer, aparentemente, nada muito sério). Aí eu confesso que gelei.

Estou em um momento profissional bem delicado. Não, não é risco de demissão. É delicado porque eu quero estar focada na minha evolução e crescimento dentro da agência. Isso implica em não querer dividir meu tempo do trabalho além da minha filha que, claro, vem sempre em primeiro lugar. Aí eu entrei numa história que não posso explicar porque é uma confusão só. Mas, resumindo, ando saindo com um cara que não deveria sair porque é muito bom de papo e....SINAL VERMELHO DE PERIGO!

Não quero me envolver e, acima de tudo isso, não posso me envolver. Mas será que a partir do momento que ele me manda e-mails e mensagens e eu mando e-mails e mensagens, não significa que estamos envolvidos? Será que a partir do momento que ele resolve se atrasar para um compromisso profissional só pra poder me dar oi num dia confuso não quer dizer que corre-se um risco de ser mais do que "uma saída divertida de vez em quando"? E, acima de tudo isso, como eu posso curtir sem me envolver emocionalmente, sem criar laços afetivos e sem sofrer lá na frente? Ou então...pensando na hipótese: e se ele se envolver também?

2 comentários:

clothingeveryday disse...

é complicado porque de um jeito ou de outro você se envolve e em determinado momento você se sente bem com isso! mas nunca deixe de se focar no seus reais objetivos!
Beijão
http://clothingeveryday.blogspot.com

Bruna disse...

É chato quando falta sintonia na paixonite.
Beijokass