segunda-feira, 13 de junho de 2011

Meu dia dos namorados

Certeza de que muita gente está curiosa para saber o que eu fiz nesse santo dia. E a resposta é: NADA. Nada mesmo.

Sexta eu fui para casa e resolvi assistir a um filme. "Um lugar chamado Notting Hill" foi a escolha. AMO esse filme e ele deixa a gente pensando que a vida pode ser melhor, que um bonitão famoso pode se apaixonar por você (Oi Santoro!) e casar com ele no fim do filme. Brincadeira... eu gosto de filmes assim porque a gente termina de assistir e se sente leve. Vai dizer que acontece o mesmo quando você assiste "Tropa de Elite"?


Aí eu dormi e acordei tarde. Fazia tempo que isso não acontecia. Passei o dia com a minha amiga Toddynho e depois fui ao centro que frequento. Voltei e assisti mais um filme de mulherzinha. De novo, para dormir feliz.   E domingo não fiz nada. Passei o dia deitada me dividindo entre uma soneca e episódio de "Sex and the City". À noite fui trabalhar (sim!trabalhar...) no Hotel Unique, montando um QG para a semana de moda. 

E foi assim que não passei o dia deprimida, nem amaldiçoando o mundo por estar solteira. Isso porque estar solteira não tem sido tão ruim assim...

E vocês, como passaram o dia 12?

6 comentários:

Oficina Chic disse...

Eu fiz um amigo secreto com as amigas solteiras, foi divertido hehe ;)
Beijos, Gabi

Helena Pavan Guimarães disse...

Esse filme é tudo de bom!!!!Adorooo
Beijo
Helena

Luh - Diário de Uma Consumista disse...

Adoro esse filme tmb, Tati =)

Eu passsei em casa tmb, fui no mercado fazer compras e depois fiquei morgando no sofá rsrrs Super de boa! :)

Nathalia Lacerda disse...

O meu foi ótimo!! Jantinha com as amigas em casa no sabado, conversas e fofocas até as 5 da manhã e domingo foi dia de mãezona!

Pra mim o mais dificil nao é o 12/6, e sim os outros 364 dias do ano sem um namorado. :)

Nai disse...

Eu sempre choro com esse filme...
Acho que só neles existem esse tipo de amor.
O meu foi mega corrido, trabalhar fora, ter filho e cuidar de casa não é uma das tarefas mais fáceis... Corri com um monte de coisa pro pitoco, buffet pra festinha essas coisas que só lembrei que era dia dos namorados a noite.
Boa noite, beijinhus
Nai

Thaís Redher disse...

PERCEBEU ALGO NESTE FILME?O CARA NÃO DEU A MÍNIMA PRA ELA,ERA ATÉ UM TRAPALHÃO,EU ACHO QUE ELA É QUE CONQUISTA ELE REALMENTE, EU ACHO QUE ELE ESTÁ LÁ ATÉ HOJE NÃO ACREDITADNDO QUE ACABOU FICANDO COM A ARTISTA QUE ELE GOSTAVA DE VER NO CINEMA.O AMOR ACONTECE REALMENTE ASSIM ,AO ACASO,EM LOCAIS QUE NEM SÃO AQUELES LOCAIS QUE VOCÊ COSTUMA FREQUENTAR E APARECE DE UMA FORMA ESTRANHA,SABE AONDE EU CONHECI MEU SEGUNDO MARIDO?lAVANDO LOUÇA.TODA TRANSLOUCADA,EU VESTIA UMA CALÇA(HOJE É MODA) DEBAIXO DE UM VESTIDO COMPRIDO,MAS A BARRA DA CALÇA APARECIA,E DEBAIXO DO VESTIDO TINHA UMA CAMISETA,EU ME ENFIEI NO VESTIDO PORQUE EU IA TIRAR A CALÇA DE BAIXO E ME ESQUECI,COM A LIDA DA CASA.CABELO DESALINHADO, SEM MAQULAGEM AH!DESCALÇA.