quarta-feira, 15 de junho de 2011

Pura verdade: Mães de festa...

Post totalmente inspirado no Sutiã 44 , já estou avisando. Achei o máximo.

Ser mães para 99% do mundo = agendar com milênios de antecedência um simples jantar. Conferir dois dias antes se a filha vai mesmo para a avó. Lembrar, na véspera, que a filha vai para a avó. Ligar, no dia, 15 vezes para a avó confirmando que "sim, é hoje que ela vai praí". Com sorte, sair para jantar sem telefonemas surpresas do trabalho, da avó, do pai da criança, do raio que o parta.


Ser mãe para 1% = deixar seu filho recém-nascido com quinze babás e ir para a balada da nova novela linda, loira e magra.

Sim! Isso acontece. Enquanto o mundo se desdobra, se culpa, chora, borra a maquiagem e vive planejando a agenda, tem gente que não está muito aí para o fubá. E eu confesso (por mais que atirem pedras em mim agora) que eu INVEJO essas moças. Sim. Invejo. E não. Não é inveja branca. É inveja, inveja mesmo. Inveja porque, se eu quero ir ao cinema, eu preciso de mil e um planejamentos para a coisa acontecer. E ainda assim, corro risco de acontecer algo e...cinema por água abaixo.

Sei que a celebridade precisa aparecer, precisa estar na mídia. Mas acho que deixar seu bebê de 1 mês em casa para ir para a balada soa absurdo demais. E daí que você tem uma babá que respira por você? Seu bebezinho precisa da mãe, ainda assim. Acho que precisa ter um senso de quando sair. Completou três meses? Vai, se joga...aproveita a babá e se divirta.

E eu? Eu vou continuar invejando a Fernanda Lima...porque ela pode decidir já se quer sair. Eu? Me pergunta isso semana que vem...eu vou me programando até lá...

6 comentários:

Nai disse...

Ahhhhh eu também invejo! E como invejo.

Não ter que se preocupar com grana, ter dinheiro pra se cuidar, poder sair, não ter que se preocupar com filhos e com o andamento da casa.

Adoraria trabalhar fora com um staff desse.

Queria pelo menos um dia sabático pra fazer tudo que tenho vontade, e vejo que a cada dia as minhas necessidades estão em último lugar da lista de prioridades,rs

Bom dia pra você.
Beijinhus
Nai

Paulinha disse...

Não tenha tanta inveja assim não, Tati... tenho certeza de que, no fim das contas, melhor mesmo é ser uma mãe presente.
Mas, claro, eu sei que nós somos. E de vez em qdo um cineminha pra já seria simplesmente perfeito, né? heheheheheheh...
bjs

Sol! disse...

Bom, eu ando com dificuldade até para fazer cocô pq né, agora q meu enteado mudou lá pra casa o bareato ficou beeeem louco pro meu lado!

Adorei a homenagem!

bjos

Paty Chuchu disse...

A mais pura verdade...Ser mae assim como as 1% e´facil ne´?Angelina Jolie quem o diga!!!beijinhos

Aline disse...

Ahhhhhhhhhhhhh... falou o que estava na minha cabeça!!!

Não, eu não sou mãe, mas eu sei que quando eu for, eu vou pensar assim como você: que invejinha grandeeeeee dessas que podem sair sem precisar se programar!!!

Anônimo disse...

Ser mãe e tudo! Vale qualquer preço! Os primeiros 6 meses e fundamental dedicação total! Os próximos 4 anos dedicação Integral.... E pro resto da vida !!! E nao, nao tenho inveja dessas desnarigadas por um motivo muito simples! Acho que elas nao Tm coração e Nem princípios ... Primeiro lugar na vida de uma mulher tem que ser a família ( marido e filhos ) e se vc estiver fazendo essepapelmbem feito, dai sim! Va pra onde vx quiser nas horas vagas!
Mas vc mandou muito bem em falar diss aqui!