quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Quem procura, acha...

Post não planejado, mas eu precisava desabafar em algum lugar. Podem me chamar de mula, de anta, de paquiderme e tudo mais que vocês quiserem porque eu estou me achando tudo isso mesmo.

Sabe aquele dia que você não tem o que fazer da vida ou que você acorda e pensa: "Como eu vou acabar com o meu dia hoje?"? Então...eu devo ter acordado assim. Isso porque, do nada, eu resolvi ver se a Noiva Cadáver aderiu ao Facebook. Isso mesmo, minha gente...eu resolvi que eu queria procurar isso, depois de escrever um post lindo dizendo que já não estava mais nem aí.

Acontece que eu percebi que estou aí sim...a foto é uma foto do casamento do Mr.Right. Uma foto dos dois,claro. E isso doeu no fundo da minha alma. Eu não pensei que uma simples foto pudesse doer láááá no fundo. Desculpem a todos, mas é verdade. Eu fui fraca, fui caçar enguiço e achei! Achei em formato de foto.

É isso, minha gente... só precisava colocar num "papel" ou então enlouqueceria.

Fica a dica: quem procura, acha...e acaba chorando...

4 comentários:

Jacqueline disse...

Oh Tati infelizmente esta demorando de passar né lindona, eu sei como é o meu tamnbém dura até hoje, mas tento não ver fotos, muito menos manter contato com ele. Ele as vezes tenta adicionar no facebook ou qualquer outra rede social mas eu excluo todas, essa atitude é porque ele sabe que ainda causa efeito em mim, mas eu não quero contato, não mesmo! Estou feliz com outra pessoa, libertando meu coração, dando carinho e recebendo , isso que importa!!

Flá disse...

Aiai,né... às vzs parece que pra gnt se certificar MESMO que não sente nada vai cutucar,só pra no fim ver q sente tudo igual... Ando nessa fase, passo o dia quase td sem pensar e to querendo seguir em frente,mas daí vou fuçar coisas q eu sei q me deixariam mal só pq "eu tô bem,eu nem ligo!" e BOOOOOOOOOM,me ferro bonito! Mas uma hora a tal indiferença chega, viu...pelo menos é o que dizem! hauihauihauia

Força ae,Tati,tamos tds na torcida!

Clê disse...

navegando pela net, acabei vindo parar aqui e lendo o seu post desabafo.Infelizmente recaídas são mais comuns do que se pensa. É como casquinha de ferida, a gente sabe que vai doer mas mesmo assim não resiste e dana a cutucar! Se fizer vc sentir melhor, saiba que já fiz pior! Eu pesquisei ate descobrir onde a dita cuja morava e fui lá, ficar vigiando a porta dela.Quando ele chegou ela veio recebe-lo aos beijos e o que é pior, os dois viram que eu estava lá, aos prantos. Hoje já passou, estou casada,amando e sendo amada.Quando lembro acho graça do papelão que fiz.Espero que em breve, vc possa rir da defunta também. bjns

Nai disse...

Tudo que dói nos ensina crescer... só não pode deixar que doa sempre.
E mocinha da próxima vez amarre esses dedinhos.
Bom fim de semana pra ti.
Beijinhos
Nai Melo