quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Neuroses, psicoses e outras oses...


Eu confesso que sou uma pessoa neurótica. Ok, todo mundo é...eu sei. Mas eu sou além. Sabe quando você encasqueta com alguma coisa e vai até o fim pra saber se aquilo é aquilo mesmo? Sou eu. E aí que isso me faz ter aquele sentimento de "vergonha alheia" comigo!!! Sabem o que é você pensar: pobre coitada... e a "pobre coitada" é você!! Pois é...sou eu.

A pior coisa que existe no mundo (e a melhor também) é o Facebook. Lá você mexe o quanto quiser na vida de todo mundo (todo mundo que não trave o perfil, claro). E lá é que a neurose é alimentada...

Você mexe no perfil do seu pai, no da sua mãe, até no do seu cachorro, se você quiser...até que, num ato insano impensado você resolve fuçar no perfil do pretendente a pretendente a pretendente. E aí vê meia dúzia de recados. E não entende. E quer entender.

Se você for um ser normal, que não precisa de terapia, você vai fechar o perfil do cara e vai voltar ao curso normal da sua vida. Se você for louca, vai se remoer até saber quem é aquela pessoa. Vai caçar, caçar até você achar. Ou então vai direto na fonte, como uma desculpa imbecil sobre aquela pessoa. E vai se sentir uma retardada quando ele disser que é apenas uma amiga de longa data. Aí você se vê obrigada a mudar de assunto e se passar de louca fingir que nada aconteceu. E vai se sentir mais imbecil ainda.

Eu fiz isso (claro...alguém duvidou que eu falava de alguém que não fosse euzinha??). E me senti estúpida. E jurei que eu vou ficar longe do meu BBM por três longos dias (amigas podem conversar, clientes podem conversar, candidatos a pretendentes eu vou passar longe). Nem que eu coma um pote de sorvete. Ou uma caixa de bombons (ou a fábrica de bombons...). Estou começando a campanha NEUROSE não.

E tudo porque, no meio dessa conversa toda, eu li: passarinho bem cuidado não precisa de gaiola. E neurose, minha gente, faz o passarinho voar....

7 comentários:

Ivy disse...

A parte do pinto, ops, do passarinho foi a melhor, isso mesmo.
"As pessoas que amar, deixe-as livre. Se voltarem é porque você as conquistou, se não voltarem é porque você nunca as teve" e isso inclui tudo e todos.
Falando do post anterior sobre amizades, também serve....( o que for verdadeiro, fica)

D.D disse...

Sempre leio seu blog, em um momento da vida tava passando as mesmas coisas que você em relação ao Mr. Right, ocorre que o meu se tocou a tempo e estamos "quase" felizes, quase porque eu sou neurótica, e o face é a pior coisa para uma pessoa neurótica, resolvi parar quando depois de um sábado perfeito, com um show lindo do frejat, fomos p casa dele e enquanto ele tomava banho fuçei as coisas dele e estraguei a surpresa do meu aniversário :( poisé...Conversamos e ele falou que não dava pra ser assim, que eu tinha que confiar nele, e eu to tentando fazer isso, controlando cada desejo insano do meu corpo de fuçar, xeretar e tentar levar uma vida mais calma...

Nai disse...

ahahahaahahaha
Menina, eu adoro suas histórias, adoro!
Beijinhos
Nai Melo

Ideas For My Wedding disse...

Ai Tati...eu bem sei oq é isso...já fui um tanto quanto neurótica e melhorei...mas confesso, não 100%..hahahaha
Mas sabe, no final prefiro ver o lado positivo...e pensa: sendo neurotica, vc vai ter MUITA historia pra contar pra Madu quando ela crescer...rs
Bjs Cami

Luh - Diário de Uma Consumista disse...

Aii, Tati! Nem me fale em neuroses!
Eu sou dessas que fuça até encontrar algo! O Facebook é um perigo mesmo :(

Beiijos

Helena Pavan Guimarães disse...

Ai Tati vc é demaissss...
Beijo
Helena

Aline disse...

Tive que rir do seu post... rir porque a forma como você escreveu foi hilária, mas tb por me colocar no lugar em algumas situações!!! ahahahahahaha

Pq somos assim, né?! A gte sabe que não deve e que não faz bem, mas assim mesmo a gte faz!!! =)