quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Sobre a amizade

Sempre me gabei por ter amizades verdadeiras de longa data. Tenho amigas que conheço desde que nasci e outras que me acompanham há pelo menos 20 anos. E no meio disso tudo sempre aparecem novas e boas amizades. E outras que me fazem quebrar a cara também.

E aí que eu estou numa fase de quebrar a cara com amizades. Assim...eu sou amiga da pessoa, mas a pessoa não é minha amiga. Descobri isso porque, quando eu mais precisei de um apoio, a pessoa arrumou uma desculpa esfarrapada dizendo que tinha que fazer algo que, me desculpe, poderia ser adiado.

Sabe o que foi pior? Foi saber que a pessoa que eu sempre ajudei, que eu estive ao lado quando precisou, me deixou num momento chato porque, sei lá, digamos que precisava comprar um sapato novo. Fiquei passada. E sabem o que eu fiz? Risquei do meu caderninho de amizades e passei para o de "conhecidos mais chegados".

Em contrapartida, tenho uma amiga de anos que, por mais que a gente não se fale com a mesma frequência porque ela está namorando, sempre que uma precisa da outra a gente está lá, independente de qualquer coisa. Faça chuva ou sol. Uma sempre está dando apoio para a outra...

Isso é amizade. Isso é estar lá. E é isso o que eu privilegio na minha vida. Amizade por conveniência ou via de mão única? Desculpa, não preciso...

Para essas, bye bye...

6 comentários:

eva disse...

Infelizmente na vida são poucas as pessoas que podemos contar nos momentos de aperto ou mesmo de felicidade. Passei por isso a pouco tempo tinha um amigo que chamei para compartilhar um momento alegre e importante da minha vida, e ele deu uma desculpa esfarrapada para não ir, como se morasse a leguas de distância de mim, não se deu ao trabalho de no dia me ligar nem para dar os parabéns e desde então nunca mais me procurou. Eu que procurei estar presente em todos os momentos alegres ou triste que fiquei sabendo que ele passou, eu que o considerava um irmão. Magoa muito, mas infelizmente ele também passou para a lista de "conhecidos mais chegados"
Beijos

Gisele disse...

Meu pai já dizia...as pessoas estão do nosso lado sempre por algum interesse. E não falo no sentido pejorativo não...Somos atraidos uns pelos outros por afinidades e interesses comuns.
Ficaria triste também se passasse por uma dessa, mas não guarde rancor, somos seres humanos, vai ver ela só não estava afim mesmo...

Enfim, ser humano é complicado...como são...

Desejo tudo de bom para voce!!

Não somos amigas, mas vou te desejar boas energias.

Beijos,

Gi
www.diariodeumavida-gisele.blogspot.com

Bruna disse...

Eu já fui a insana no facebook.
Beijos

Luh - Diário de Uma Consumista disse...

É, Tati! Recentemente um amigo meu passou por isso! Tipow, só ele se doava, só ele demonstrava a amizade. Mas essas coisas acontecem pra gente cair na real mesmo! O fato é que as pessoas são decepcionantes mesmo :S

Tati disse...

Amiga, nem fale..já passei por poucas e boas, viu. Mas a vida é assim, e nem se preocupe, amigas verdadeiras estão aí para isso!!!
beijos mil flor
Tati
www.phinerrima.blogspot.com

Mayra Gabriela disse...

Não concordo!
A pessoa não precisa estar presente para lhe ajudar em um momento difícil, pois as pessoas tem muitos compromissos. Para você comprar um sapato pode ser inutil perto do seu problema, mas essa pessoa poderia estar precisando comprar isso com urgencia para algum evento importante. Independente, as verdadeiras amisades passam por cima de qualquer problema se perdoam, embora eu ache que essa pessoa não te deu mancada nenhuma. Quandoa s pesoas se gostam de verdade elas conversam sobre o que as chateou e se perdoam, ou então colocam um ponto final no assunto e seguem em frente juntas!!!Sentar e conversar é algo maturo das duas partes que se gostam.