sexta-feira, 23 de março de 2012

Ciclos


Quando eu estava na escola aprendi que o ciclo da vida era nascer/crescer/reproduzir/morrer. Simples assim. Ninguém contou o que acontecia no meio de tudo isso. Ninguém contou que o ciclo era muito mais complexo. Aliás, ninguém contou que não era O ciclo, são VÁRIOS ciclos.

Estou em uma fase de muitas mudanças, internas e externas, que contarei logo mais por aqui. Por enquanto, posso adiantar que estou encerrando ciclos e abrindo novos outros. Estou buscando realizar objetivos que sempre tive e que, talvez por medo, nunca tenha tido coragem de seguir. Aí chega a hora que a vida te coloca para pensar e, acima de tudo, agir. Estou na fase de agir. Se lamentar e ficar para pra quê? Sem sentido, não é?

E nessa fase de encerramento de ciclos é sempre curiosa a mistura de sentimentos que temos: ora uma euforia e felicidade e ora tristeza e dúvida. Será que estamos tomando o caminho certo? Será que as pessoas que estão nesse ciclo vão ficar nos seguintes? Ou será que vamos ser enterrados no baú do passado? Pensar em tudo isso gera medo, dúvida, ansiedade...tudo junto e misturado, como dizem por aí.

Quis dividir com vocês essa minha visão de passagens na vida. E a complexidade que tudo isso envolve. Ainda não posso contar quais são as mudanças, mesmo porque pra todo mundo vai ser sem significado nenhum, mas pra mim significam bastante.

Aliás, ainda bem que mudamos...porque se não mudássemos, hoje seria um dia em que eu estaria bem chateada. Passado feeelings, sabem? E, como eu mesma disse, seguir em frente é preciso.

Sigamos. 

2 comentários:

Natália disse...

Gostei do texto, Tati!
Às vezes temos medo de certas mudanças, até mesmo as mudanças que a gente quer que aconteçam... Tem uma frase que eu adoro que diz que "a mudança é a lei da vida". Sem ela nossa vida seria pacata, monótona. Algumas mudanças são mais bem vindas que outras, é verdade... Mas a vida é assim mesmo.

Não dá pra saber se o que está por vir, é certo ou errado. Acho que temos que encarar as mudanças que surgirem, e no final, vai ter sido o caminho certo sim.

Beijão!

Gata Madura disse...

É minha lindinha... Um dia voce chega lá como eu:

http://diariodagatamadura.blogspot.com.br