sexta-feira, 16 de março de 2012

How old are you???


Meu último post foi sobre diferença de idade. Perguntei isso porque o que mais tem por aí são casais com diferenças astronômicas. E que, muitos deles, parecem se dar bem de verdade.

Eu confesso que nunca me relacionei com nenhum cara mais novo que eu . No máximo, a minha idade. Talvez porque a minha cabeça seja meio de mais velha. Talvez porque eu não tenha paciência com caras mais novos. Não sei. Fato é que nunca fiquei com ninguém abaixo dos meus (atualmente) 28 anos.

E mais velhos? Nunca tinha passado a barreira dos 5 anos de diferença. Eu e o pai da Madu, acho eu, temos 4. Aí eu fiquei com um cara de 38 anos. Achei que seria beeeem diferente. Que o cara tivesse uma cabeça mais séria e uma postura mais madura com relação a relacionamentos. Ledo engano. O cara era maduro, trabalhador, gente finíssima...mas não estava preparado (ou não queria mesmo) um relacionamento sério.

Não acho que a idade seja um fator realmente determinante em um relacionamento. Acho que a cabeça e o que o casal quer são muito mais importantes do que a data de nascimento que consta no RG. Aliás, de verdade, a idade que importa é aquela que está em nossa cabeça. Desde que haja bom senso, claro (coisa que, me perdoem, Suzana Vieira não tem).

Então é isso...o importante é ser feliz, no matter what!

4 comentários:

Gisele disse...

Me relacionei com um cara de 38 qd tinha 29. Tudo igual amiga...sempre tem pbms, eles só variam de relacionmento a relacionamento.
Bjs,
Gi

Cláudia Lemes disse...

Concordo que o amor não conhece esses preconceitos de idade, e o importante é o casal trilhar o mesmo caminho. Mas também acho uma delícia ter exatamente a mesma idade do meu marido (que é só um mês mais velho que eu), parece que você está trilhando o mesmo caminho, só que de mãos dadas, passando por tudo junto, pela primeira vez. Acho o máximo.

Anônimo disse...

Estou dentro da faixa que você procura. Quero urgentemente um relacionamento legal onde eu tenha uma pessoa que se importe de verdade comigo. Não sou rico. Mas minha vida é bem confortável e viajo pro exterior sozinho todo ano. Isso precisa mudar. Se isso te desperta o menor interesse que seja, me mande e-mail. :)

Natália disse...

Hmmmmm veja só, um candidato aqui :)

Quem sabe, hein Tati :P

Bjs!