quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Refletindo sobre a vida...ou a falta dela.

Eu estou na fase que, das duas, uma: ou as amigas estão quase casando ou estão encalhadas. Eu,claro, me encontro no segundo grupo. Aí que neste fim de semana fui para a casa de uma grande amiga, também solteira. E concluímos que está cada vez mais complicado entender este mundo.

As minhas amigas solteiras são bonitas, independentes, inteligentes. Trabalham, estudam, se bancam. São seguras de si. E estão solteiras. E se sentindo solitárias. Não, não aquela coisa "quero me matar de solidão", mas falta uma companhia que acompanhe parte da vida delas. E "enquanto isso, no lustre do castelo", as famosas "piriguetchys" desfilam lindas (oi?) com namorados. Muitos desses, minha gente, pessoas que são realmente bacanas. Não, não acho que eles são idiotas. Tem muita gente que se apaixona pelo tipo piriguetchy. E quebra a cara. Ou se casa com ela. Se ele se casar com ela? Bem provável que ganhe um belo par de chifres em algum momento da vida. A piriguetchy não ama o homem. Ela ama o que ele pode dar para ela. Fato.

E aí que me causa uma certa revolta interna (que virou externa agora) com essa situação toda. O bom disso é que vira material para post. O ruim disso é que, bom...tem muita mulher interessante e sozinha por conta dessa desigualdade.

A solução? Eu não tenho....mas vai que alguém que lê esse blog resolve compartilhar alguma coisa boa,né?

Assim esperamos.

6 comentários:

Natália disse...

Tatiii!
Tenho os mesmos questionamentos..Não entendo! Tb faço parte do segundo grupo, viu?! Kkkkkkk Mas posso falar? Hoje em dia eu não tenho vontade de ter um namorado... Acho que se deve em gde parte ao fato do meu estilo de vida, ou melhor, do meu trabalho! E da minha enorme desconfiança em qq homem.

Beijooo
http://coisademenina-nat.blogspot.com.br

Chocolatine Cramée disse...

Oi Tati,

Dê uma olhada nos textos da Regina Navarro Lins. Ela é psicologa que fala sobre amor e sexo.

Numa entrevista à Marie Claire, ela fala sobre o casamento romantico e que ele tende a desaparecer ...

http://revistamarieclaire.globo.com/Revista/Common/0,,EMI274984-17735,00-A+MONOGAMIA+JA+ERA+PSICANALISTA+E+ESCRITORA+REGINA+NAVARRO+LINS+PREVE+QUE+N.html

Anônimo disse...

Que bom que vc voltou pra cá, adoro seus posts.

Bah disse...

Que bom que voltou Tati! Bem vinda novamente ;)
Solução difícil de ser encontrada, hein? Tenho várias amigas na mesma situação... Lindas, inteligentes,independentes financeiramente e sozinhas. =/

JuSP disse...

Primeira vez que comento ...salvei o blog nos meus favoritos e adoroooo , fico feliz em vc voltar !
Bom , vamos lá : tenho 35 anos , uma série de namoros , casos , rolos , etc , uns mais felizes e outros menos felizes .Em todos aprendi algo , seja no amor ou na dor.
Maaaaaaas ( sempre tem um mas eheh) sinceramente cansei .Estou tb com várias amigas bacanésimas sozinhas , independentes , inteligentes e infelizmente cheguei à conclusão que homem brasileiro ama mesmo é CORPO , sexo e cabeça vazia , pois essas não contestam nada .
Como eu me considero bacana e inteligente , às vezes penso que vou morrer sozinha ...( ok , drama modo on ahahah).
Não sei qual é a solução mas esse ano estou bem desanimadinha .
Fora isso adoro seu blog !

Anônimo disse...

Passei anos solteira e me envolvendo com varios trastes pra usar a palavra correta,sou uma mulher inteligente, bem resolvida e depois de mta terapia percebi q o problema era comigo tb não adianta ficar só culpando as periguetes e ficar de mimimi será q a gente tb não quer só os bonitões e coisa e tal, a verdade é vivemos numa sociedade que quer tudo pronto, tudo rápido e a verdade é que relacionamentos exigem construção e paciencia
Será q nosso nivel de exigencia não esta mto alto tb?
Hj sou casada com um homem fofissimo que esta longe dos padrões que eu costumava ter já namorei até modelo de cueca pasmem rs, e posso dizer q sou incrivelmente feliz
Minha resposta é sim existe homens bons por aí falta a mulherada baixar um pouco a guarda
Beijos a todas
P.S: adoroooooooooooo seu blog