sábado, 13 de abril de 2013

E hoje eu chorei...

...chorei como fazia tempo que não chorava. Chorei porque o céu está cinza. Chorei porque o céu também chora. Chorei porque eu cansei.

Não tenho mais força pra correr atrás. Não tenho mais paciência. Não tenho mais vontade. Ou melhor, até tenho vontade, mas foram tantos os erros e são tantas as feridas que eu perdi a vontade de lutar e correr atrás.

Acho que não quero muito. Não quero um anel da Tiffany. Não quero um casamento pomposo, cheio de gente. Não quero um final de cinema, com tudo perfeito. Eu só quero uma companhia. Quero ter alguém que fique ao meu lado num sábado de chuva. Quero alguém que queira me contar sobre o seu dia. Quero alguém que queira dividir os problemas comigo. Quero alguém que queira que eu testemunhe a sua vida. Não acho que isso seja pedir demais.

Só que o mundo está louco; as pessoas estão loucas. Os relacionamentos andam cada vez mais vazios e difíceis. O amor virou artigo de luxo, muito pior que tomates.

E por tudo isso eu chorei. Chorei para, quem saber, lavar a alma e acordar amanhã com um domingo melhor....

4 comentários:

Natália disse...

Me identifico tanto com vc...
:(

Cláudia Lemes disse...

Tati, estou escrevendo o que eu penso porque sei que você gosta de sinceridade e tem intelecto e força para aguentar. Eu já disse isso antes e repito: eu já me senti assim tb. E eu percebi que precisava aprender a não querer TANTO outra pessoa para me completar, antes que uma pessoa assim pudesse aparecer para mim.
Foi só quando eu aprendi a ser feliz sozinha que minha alma gêmea reapareceu na minha vida. É cliché, mas é verdade, Tati.
Acho que o que afasta os homens é que você me mostra (não que você seja, mas mostra) nas redes sociais, no blog, em TUDO estar completamente desesperada, e isso assusta mesmo. Assista menos filmes de romance e em vez disso, assista alguns de ação, de ficção, para ter o que conversar com homens, mesmo se for para dizer que não gostou. Leia menos 50 Tons e mais livros bem escritos, interessantes, que vão te dar mais coisa para conversar.
Pense menos em maquiagem, e mais em outras coisas. Um homem não tem o que conversar com uma mulher que só gosta de coisas femininas.
Por favor, não ache que estou pedindo para vc parar de ser vc mesma, de forma alguma. Você tem todo o direito de ter sua personalidade e gostos, mas acho que está inserida num mundo tão feminino que não sobra muito espaço para mais nada.
É só uma opinião, mas ela vem de ter um marido há 10 anos e ter muitos, muitos amigos homens e OUVIR o que eles falam e procuram. Sei que algumas pessoas vão achar minha opinião meio grossa e brutal, mas não teria publicado ela se não achasse que ela podia te ajudar.
Um beijo, amiga, fique com Deus, e quando precisar grita.

Tati disse...

Clau, vc sabe que a sua sinceridade sempre é bem vista por mim....always!!
Love you!
Bjs

Denynha disse...

Te leio há um tempão, somos ‘amigas’ no face, mas, nunca comentei aqui...
Já chorei assim também. Sou um pouco mais modesta, um anel da Vivara me faria feliz hahahaha mas...talvez não sejamos Charlotte e sim, Miranda.
Sim, ela que mudou de NY e foi pro Brooklin para um amor nada perfeito. Pois só em contos de fadas que o amor é perfeito. Na vida real, ele é lindo sim, mas, nada como imaginamos ou idealizamos.
Mas, queria te dizer outra coisa, sobre mim, que talvez sirva pra você: durante anos, chorei por não ter ‘o meu amor’. Achava que só seria feliz com alguém pra chamar de meu. E por causa desse ‘sonho’ me meti em cada enrascada. E admito que nem todos foram charmosos tipo Big. E a cada tentativa, me machucava muito e chorava. Quando acreditei que amor não era pra mim e que deveria aprender a ser só, fui me curtir. Viajar, sair com amigos, ficar em casa de pijama vendo filme de mulherzinha, saindo sozinha...vivi eu por e para mim. Meu amor para alguém, virou amor próprio. E quando eu desencantei, aconteceu.
E tem três anos que estamos juntos, morando juntos. Ainda não tive meu casamento ‘de princesa’ e nem acho que terei. Mudei os planos ou mudei eu? Não sei...sei que cada espera valeu a pena.
Então idealize menos. Como a sua amiga disse, pare de ver filmes de comedias românticas (admito que elas me estragaram e muiiiiito). A vida real não é perfeita, mas, tem muitos momentos felizes te esperando!