quinta-feira, 16 de junho de 2016

Atualizando....

Recebi um comentário (depois de dois anos sem escrever uma linha) que me animou a voltar. Talvez esse blog não fale mais apenas sobre relacionamento (porque entra ano e sai ano e eu não me tornei a melhor expert no assunto), mas fale sobre temas gerais.

E acho que o melhor jeito de retomar é dando uma atualizada no que aconteceu nesses últimos anos de abandono do CAUM (péssima abreviação de "Como Agarrar Um Marido). Vamos lá...

Eu continuo com a empresa aberta. Aos trancos e barrancos, diga-se de passagem. Entra cliente, sai cliente, eu choro por isso, volto a dar risada quando entra um novo, choro de novo quando sai e assim segue a vida. Um fato sobre mim que eu não sabia: eu detesto a palavra EMPRESÁRIA e tudo mais que está ao redor dela. ODEIO finanças, números e parte administrativa. Alguém avisa pra vida que eu sou da área de HUMANAS e, por isso, não sei nada de EXATAS, por favor? E não saber disso me colocou em maus lençóis. Um exemplo: quem aqui sabia que a cada nota fiscal emitida, você paga uma taxa por ela? Pois é... eu soube dois anos depois de emitir a minha primeira nota, o que significa que precisei pagar um monte de taxas acumuladas. Felizmente descobri que isso não dava cadeia e segui a vida em paz. Administrar uma empresa que já teve uma estagiária, depois uma assistente, depois duas assistentes, depois três assistentes, passou pra duas de novo e agora passou pra uma só não é a tarefa mais gostosa do mundo. Talvez eu fosse mais feliz sendo apenas eu, com menos clientes, mas com menos burocracia. Talvez. Hoje não é o que me faz feliz. Quero crescer e estou tentando com todas as forças, mas está difícil. Enfim... estamos na luta, trabalhando e tentando (sobre)viver.

Adotei duas cachorras. Uma peguei abandonada no parque (juro que estava abandonada, mas se há alguns anos você perdeu sua cachorra mini golden lata no Parque da Aclimação, troque a palavra peguei por sequestrei) e um ano depois, mais ou menos, peguei uma outra em uma ONG. Com isso perdi o direito de ter um sofá em casa, visto que elas comeram três. Vejam bem: três sofás. Comeram de ter uma espuma digna de cantar Let It Go toda vez que eu entrava em casa. Felizmente solucionei o problema: não comprei o quarto sofá para ser destruído. Não ainda, pelo menos.

Minha filha hoje tem 8 anos e é uma moça. Com temperamento forte igual ao meu  mas com coração enorme. É minha grande companheira e a grande força que me empurra para frente. Sem ela, certeza que muita coisa eu já teria deixado pra lá, mas ela depende 100% de mim então ou trabalho para garantir o melhor pra ela ou trabalho. Não tem escolha. Como toda menina da idade dela, ela tem certeza de que é adolescente e que pode passar o dia jogando no celular. Aliás, ela tinha um telefone, que foi confiscado por mim por não saber ter vida além da tela. Bem-feito. Da próxima, aprende.

Continuo não fazendo ginástica, mas pago a academia. Smartfit, aqueeeeeeeela que você pode fazer no Brasil inteiro onde estiver e a hora que quiser. Fui 10 vezes, no máximo. Em um ano. Dez vezes. Imaginem como sou uma musa fitness... sqn.

Aos poucos vou contando o resto... quis mais dar um update em comemoração ao meu UM comentário novo! Beijo, Marilda, você me inspirou!

Voltarei mais.

Bjs
Tati


2 comentários:

Marilda Cristina Blasse Pereira disse...

O engraçado é que fazia assim, alguns bons meses que eu não entrava aqui, mas ai aqui de bobeira pensei ''xa eu ir la'' e tcharam tinha um post recém escrito, sabe não acredito em coincidências, acredito na energia do universo, e acho que algo muito bom te trouxe ate aqui de novo, pois com certeza ha muito a se compartilhar!!!Confesso não espero aqui ter mais posts sobre relacionamentos, mas outros muito bem humorados como esse de atualização sobre sua eu atual!!!
Fico feliz pela sua adoção, pela sua moça mirim, estar se tornando cada vez mais o motivo de você existir, e por ela você ser capaz de fazer tudo mesmo, por você ter descoberto a tempo que emitir NF tem que se pagar(não é justo eu sei) Também tenho um pequeno negocio e para acertar essas pendencias tratei mesmo de ter um contador assim como você sou de humanas, e ja que exatas não meu forte pago alguém pra fazer a parte que passa de 2+2 por exemplo!Sinto pelos seus sofas!!! Talvez sejam hora de tratar os de 4 patas com florais ja ouvi dizer que ajuda mais uma vet pode ser mais especifica que isso!!! Enfim conte-nos mais, conte-nos tudo!!! Não posso lhe garantir milhões de leitores, mas com certeza eu passarei aqui nem que seja uma vez ao dia pelo menos(com excessão aos fds, me policio e não entro na net em fds)! Bjucas

Mariiii disse...

sou do time das antigas e fiquei feliz que tenha voltado!
Os blogs diarinhos me viciam... aguardamos mais posts!