terça-feira, 21 de junho de 2016

Sobre o Coração do Tinder...

To atrasada, eu sei. Mas tivemos uma lacuna de uns anos e nesse meio tempo eu me rendi ao Tinder. Pra virar a rainha do X. Para você que nunca sucumbiu ao Tinder, o X é o botão da rejeição. Clica em X, a pessoa some da sua vida pra sempre. Diga-se de passagem, esse botão poderia existir na vida real. Minha opinião.

E aí que meu (antigo) dedo podre deu um coração pra um cara. Fomos pro chat particular. Trocamos altas ideias e resolvemos jantar. Ele escolheu um restaurante romântico e eu cheguei com todas as minhas três sacolas daquele dia de trabalho. Já tinha fondue e vinho na mesa. E o cara.... Com um aparelho fixo que tinha elastiquinhos azuis. Antes que me joguem pedras, nada contra aparelhos fixos, mas TUDO contra elásticos azuis nos aparelhos fixos de quem mais de 15 anos, caso do moço. Aquilo foi um motivo pra eu ter quase saído correndo. Mas, sejamos maduras, e acabei sentando na mesa. 

Durante a janta, a certeza do dedo podre. Tenho certeza de que ele deve ter se descoberto um homossexual de primeira. Sério. O cara tinha toda pinta de gay. O sobrenome era Uva. Foi aí que desisti de vez. Vocês imaginam se a gente casa e meu nome de casada vira Tatiana Fanta Uva?????? 

Deletei o Tinder chegando em casa, naquele dia. E descobri que mesmo amando o botão X, meu dedo ainda apontava pros corações errados.......

Um comentário:

Marilda Cristina Blasse Pereira disse...

eu concordo com você que elásticos coloridos em adultos não cai bem!!!!, conta mais! no aguardo Bjucas